quarta-feira, 18 de março de 2015

URALVAGONZAVOD BMPT TERMINATOR. O verdadeiro exterminador urbano.


FICHA TÉCNICA
Velocidade máxima: 65 Km/h.
Alcance Maximo: 550 Km (Em estrada).
Motor: Motor  V-92S2  1000 Hp de potência. 
Peso: 47 Toneladas. 
Comprimento: 6,9 m. 
Largura: 3,8 m.
Altura: 3,4 m. 
Tripulação:5 tripulantes.
Inclinação frontal: 60º.
Inclinação lateral: 30º.
Passagem de vau: 1,2 m,
Obstáculo vertical: 0,85 m.
Armamento: 2 canhões automáticos 2A42 em calibre 30 mm, 4 mísseis antitanque 9M120 Ataka T, 1 metralhadora coaxial PKTM em calibre 7,62X54R mm e 2 lançadores automáticos de granadas AG-17D em calibre 30 mm.

DESCRIÇÃO
Por Carlos E.S. Junior
A história do BMPT começa na guerra da Chechênia, quando se percebeu que o ambiente urbano era por demais agressivo para carros de combate projetados para lutar em campos abertos como os MBTs e IFVs. Os ambientes estreitos dificultam a movimentação dos MBTs com aqueles longos canhões, enquanto que os IFVs se mostraram vulneráveis contra soldados com lançadores de RPGs e fuzis anti-materiais escondidos nas edificações. Assim no final da década de 90 do seculo passado, e começo do seculo XXI, a industria bélica russa começou a estudar como deveria ser um veículo especializado para combate urbano para prestar apoio a infantaria, assim como a outros carros de combate em ação em ambientes urbanos. Para suprir essas lacuna que se apresentava, a empresa Uralvagonzavod teve a ideia de aproveitar o chassis de um de seus MBTs, o consagrado T-72, cuja blindagem permite uma capacidade de sobrevivência superior a de um IFV. Porém, se substituiu a torre e seu potente canhão de 125 mm por uma compacta torre multi armamento, totalmente adaptada para os alvos típicos que se encontra nos ambientes urbanos. O veículo, chamado BMP-T, inicialmente, e apelidado "carinhosamente" de "Terminator" foi apresentado em 2002.

Acima: O Terminator é a solução para uma condição muito específica da guerra moderna: O ambiente urbano, se mostra cada vez mais o campo de batalha principal.
O Terminator é propulsado por um motor movido a diesel, modelo V-92S2 que produz uma potência de 1000 Hp. Com esse motor, é possível ao Terminator atingir velocidade de 65 km/h em estrada e seu alcance fica em 550 km, proporcionado pelo seu tanque de combustível com capacidade para 1200 litros de Diesel. Seu peso está em 47 toneladas, considerado alto, se considerarmos que ele não é um MBT. Porém esse peso é decorrente de sua proteção blindada fabricada em aço e reforçada com dispositivos modulares de proteção reativa ERA do tipo Relikt. Existe um sensor que detecta quando o veículo estiver sendo iluminado por laser, permitindo a tripulação tomar as medidas defensivas, como lançamento de granadas fumigeneas de 81 mm que são montadas na torre e no veículo.
O Terminator tem, também, proteção NBQ (nuclear, biológico e químico) para a tripulação. 

Acima: Nesta foto podemos ver um BMPT Terminator exibido na Eurosatory em 2012 e fotografado pelo jornalista e fotógrafo Roberto Caiafa. 
O Terminator possui alguns sensores, básicos, diga-se de passagem, para poder operar em qualquer condição de luminosidade ou de clima. O comandante possui um sistema de mira estabilizada B-07-K1 composta por um sistema de telemetria a laser e um sistema de TV. O artilheiro tem a sua disposição um sistema de mira , também estabilizado, BK-07-K2 composto por uma câmera termal, um telêmetro a laser e um canal para guiagem de mísseis antitanque. O computador de tiro do Terminator permite disparos mesmo com o veículo em movimento.
É interessante observar que tanto o artilheiro, quanto o comandante do Terminator, podem usar o sistema de mira um do outro, caso o seu próprio sistema de mira tiver sido danificado ou destruído em combate.Isso é particularmente positivo, uma vez que essas miras poderiam, ser atacadas por atiradores snipers inimigo, ou mesmo, poderiam ser vitimadas por estilhaços de explosivos lançados contra o veículo. mesmo com estes sistemas, ainda há dois periscópios convencionais que podem ser usados como equipamento reserva. Foi instalado no veículo módulos de navegação baseado na constelação de satélites do sistema GLONASS (equivalente russo ao GPS dos Estados Unidos), e o GPS.

Acima: Os sistemas de mira do Terminator são duplicados e por tanto, mais difíceis de serem postos fora de combate.
A marca da personalidade do Terminator é, sem sombra de duvidas, seu armamento especial para ambientes urbanos. A sua torre comporta 2 canhões automáticos em calibre 30 mm modelo 2A42 capazes de disparar 600 tiros por minuto quando disparados simultaneamente. Essa arma é uma versão do canhão usado no potente helicóptero de combate Mil Mi-28 Night Hunter, já apresentado nas paginas do WARFARE blog. Seu alcance efetivo, chega, dependendo do tipo de munição empregada, a 4000 metros. É uma arma capaz de destruir veículos blindados leves e a maioria dos IFVs que encontrar pela frente, assim como derrubar uma parede com poucos tiros. São transportados 850 munições desse canhão no Terminator.
A torre possui 4 lançadores de mísseis antitanque 9M120 Ataka-T divididos em dois mísseis de cada lado. Esses potentes mísseis são usados para o Terminator se defender de carros de combate MBTs inimigos ou mesmo, se necessário, destruir edificações fortificadas.O míssil Ataka-T tem alcance máximo de 6 km e sua ogiva é do tipo HEAT (alto explosivo) configurada em Tandem (possui uma detonação em dois estágios), ideal para atacar alvos com proteção reativa ERA ou ainda, blindagem tipo gaiola. O sistema de guiagem do Ataka-T é via comando de radio, onde um operador mantém o alvo em uma mira continuamente, e transmitindo as atualizações de posicionamento do alvo para o míssil. Também foi instalado no chassis (fora da torre) um lançador de granadas automático AGS-17D em cada lado. Esses lançadores tem pouca capacidade de movimentação vertical e horizontal, de forma que o motorista precisa apontar o veículo para a área onde o alvo se localiza. Cada AGS-17D está carregado com um carregador de 300 granadas  e seu alcance efetivo é de cerca de 1700 metros. E por ultimo, existe uma metralhadora PKTM em calibre 7,62X54R coaxial montada na torre. Para esta metralhadora foi colocado 2000 munições a disposição.

Acima: A torre de armamentos do Terminator abrange armas de tubo e mísseis, dando uma cobertura completa de opções para o comandante.
Recentemente em 2013, os russos apresentaram uma nova versão do Terminator chamada BMPT-72 Terminator II, que agrega uma maior proteção blindada ao veículo. A nova torre de armamento, totalmente estabilizada, agora traz placas de blindagens para os lançadores de mísseis 9M102 Ataka T e blindagem tipo gaiola nas partes laterais traseiras, além de saia de blindagem maior. A motorização foi substituída também, por um novo motor B-84MC com 850 Hp que faz o veículo atingir uma velocidade de  60 km/h, pouco menor que a primeira versão do BMPT, O armamento se manteve, com exceção dos dois lançadores de granadas automáticos que foram removidos. A tripulação também foi reduzida de cinco para três tripulantes. 
Essas modificações, com claro foco na proteção, são fruto de uma certa desconfiança sobre a resistência em combate do Terminator no agressivo ambiente urbano. Mesmo assim é interessante ter atenção que muitas soluções foram incorporadas tanto no BMPT Terminator, quanto em sua nova versão, Terminator II, para  manter ele lutando eficazmente, mesmo depois de atingido. Embora as forças armadas russas ainda não tenham adquirido este carro de combate, a Uralvagonzavod tem focado no potencial de exportação deste moderno produto. Por enquanto, o único operador é o Cazaquistão, embora nações como Argélia e Azerbaidjão tenham manifestado interesse no tipo.

Acima: Podemos ver nessa foto o novo BMPT-72 Terminator II, a versão mais recente do Terminator. Notem a melhoria na blindagem e os lançadores de mísseis com placas de proteção balística.

ABAIXO PODEMOS ASSISTIR A UMA PEQUENA DEMONSTRAÇÃO DO TERMINATOR.

Curtiu o blog WARFARE? Assine a lista de atualizações através da ferramenta de alertas na barra lateral do blog, ou pelo e-mail editorwarfare@gmail.com e siga a fanpage WARFARE no facebook pelo endereço: https://www.facebook.com/warfareblog

6 comentários:

  1. Carlos o Brasil não tem veículo destinado a natureza do TERMINATOR, tem?
    Acho que seria uma boa compra para o Brasil, ou pelo menos uma ideia para o desenvolvimento de um carro com esta finalidade para as tropas tupiniquins, não acha Carlos?

    ResponderExcluir
  2. Imagina encarar um monstrinho desse no campo de batalha. Não um carro de combate semelhante a esse em nenhum lugar.

    ResponderExcluir
  3. Olá Carlindo, OI Brasil, assim como a maioria dos países, não tem um equipamento comparável ao Terminator, que na verdade é um novo tipo de blindado. Eu considero, sim, interessantíssimo que se adquirisse viaturas desse tipo para uso em combates urbanos, o que, certamente, demandaria a crianção de um batalhão especial dedicado a esse tipo de combate.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carlos...o equivalente eh a versao do Leopard 1A5 parfa protecao anti aerea proxima....canhoes de 35 mm mais capacidade de porar misseis.so necessita de pequenas alteracoes para ser igual ou de mesmo porte do T 72....Sds

      Excluir
  4. Carlos será que vamos poder prestigiar uma matéria no seu site sobre o T-14 Armata? Não tenho conseguido obter informações claras sobre o equipamento, ao mesmo tempo em que matéria falam bem do carro a mesma matéria detona o carro está difícil encontra algo coerente, certamente muitos aguardam sua ou dos colaboradores do site) avaliação dessa maquina, abraço.

    ResponderExcluir
  5. Olá Rafael. O Armata T-14 vai demorar a estar por aqui ainda devido a escassez de informações de credibilidade nas fontes tradicionais, como você mesmo notou. mas assim que começarem a aparecer informações confiáveis eu farei uma pesquisa sobre ele para poder produzir uma matéria mais objetiva possível.
    Abraços

    ResponderExcluir