sexta-feira, 23 de setembro de 2016

CLASSE UDALOY/ PROJECT 1155 FREGAT. O predador anti-submarino


FICHA TÉCNICA
Tipo: Destróier anti-submarino/ anti-superfície.
Tripulação:  Udaloy I: 249 homens; Udaloy II: 290 homens
Data de comissionamento: Dezembro de 1980
Deslocamento: 6700 Toneladas (carregado).
Comprimento: 163 mts.
Calado: 6,2 mts.
Boca: 19,03 mts.
Propulsão: 2 turbinas a gás M-62 que produzem 15000 hp cada, usada para manter a velocidade de cruzeiro, mas 2 turbinas M-8KF com 45000 hp cada, usada para acelerações.
Velocidade máxima: 35 nós (64 km/h).
Alcance: 19400 Km  em velocidade de cruzeiro baixa (14 nós, 26 km/h).
Sensores: UDALOY I:  Radar de busca aérea MR-700 Fregat MA Top Plate 3D com alcance máximo de 300 km; Radar de busca de superfície e aérea: MR-320M Topaz V Strut Pair com alcance de 50 km contra alvos de superfície e 267 km contra alvos aéreos; radar de controle de fogo MR-360 Podkat; Sonares: Sonar de baixa frequência Horse Jaw Bow, Sonar Horse tail VDS.
UDALOY II: Radar de busca aérea: MR-700 Fregat A Top Plate 3D com alcance máximo de 300 km; Radar de busca de superfície e aérea: MR-320M Topaz V Strut Pair com alcance de 50 km contra alvos de superfície e 267 km contra alvos aéreos; radar de controle de fogo MR-360 Podkat; radar de controle de fogo 3P37/Hot Flash; Sonares: suíte de sonar Zvezda-2 com sonar de casco MGK-345 Yake Bow, Sonar de baixa frequência Ox Tail LF
Armamento: UDALOY I:  2 canhões calibre 100 mm/ 70DP; 4 canhões AK-630 calibre 30 mm; 8 lançadores verticais para mísseis antiaéreos SA-N-9 Gauntlet (64 mísseis), 2 lançadores quádruplos de mísseis SS-N-14 Silex anti-submarino, 2 lançadores de foguetes RBU-6000 anti-submarinos, 2 lançadores quádruplos para torpedos de 533 mm SET-65 ME. UDALOY II: 2 lançadores quádruplos para mísseis anti-navio SS-N-22 Sunburn; 8 lançadores verticais para mísseis antiaéreos SA-N-9 Gauntlet (64 mísseis); 2 sistemas anti aéreos de ponto Kashtan; 1 Canhão duplo AK-130 em calibre 130 mm; 4 lançadores quadruplos de torpedos de 533 mm que podem ser armados com mísseis anti-submarinos 2  RPK-2 Viyuga/SS-N-15; 2 lançadores de foguetes RBU-6000 anti-submarinos, 2 lançadores de foguetes UDAV-1 anti-submarino.
Aeronaves: 2 helicópteros anti-submarino Kamov Ka-27PL Helix.

DESCRIÇÃO
Por Carlos E.S. Junior
A marinha russa possui muitos navios que são herança do período da guerra fria. Isso é mais perceptível quanto tratamos dos navios de maior porte como cruzadores e destróieres. Logo após a dissolução da União Soviética, a economia russa estava em frangalhos e a manutenção de todas as suas forças armadas foi muito dificultada com a queda do orçamento de defesa naquele momento. Assim, o desenvolvimento de novos sistemas de armas acabou sendo deixado para um momento posterior a recuperação econômica do país. O foco deste artigo trata de um dos navios que marcam uma época da marinha soviética e que hoje, depois de atualizações, continua em serviço na marinha russa. O projeto 1155 Fregat, mais conhecido no ocidente como Classe Udaloy,  teve seu desenvolvimento iniciado em 1972 e tinha objetivo de construir uma classe de destróier especializado na guerra anti-submarino. Estes poderosos navios de guerra, projetados pelo estaleiro Severnoye Design Bureau, começaram a ser construídos em 1978 pelo estaleiro Zavod 820 Yantar com o objetivo de prover proteção anti-submarino contra as forças navais da Otan que estavam em franca expansão e cuja esquadra de submarinos já preocupavam o comando da marinha russa. O primeiro navio desta classe foi batizado de Udaloy e foi comissionado em 1980 sendo seguido por mais 12 embarcações da mesma classe.
Acima: Um navio da classe Udaloy aparece ao lado de um dos novos submarinos nucleares da classe Yasen
A marca registrada dessa classe é seu forte armamento para guerra anti-submarino composto por dois lançadores quádruplos de mísseis anti-submarino SS-N-14 Silex. Este enorme míssil montado dos dois lados do passadiço do navio tem um alcance de 90 km e podem transportar uma variedade de três cargas de combate como o torpedo AT-2UM, cargas de profundidade nucleares de 5 kilotons (kt), capazes de destruir um submarino a grande distancia, ou uma ogiva moldada de alto explosivo convencional que pode ser usada contra um navio. O Udaloy está equipado com dois lançadores de foguetes não guiados RBU-6000 Smerch 2 anti-submarino. Estes foguetes tem alcance de 6000 metros e transportam cargas de profundidade de 25 kg. Há, ainda, dois lançadores com quatro tubos para torpedos pesados de 533 mm SET-65ME cujo alcance é de 15 km. Mesmo sendo um navio projetado com forte ênfase na capacidade anti-submarino, o Udaloy tem 8 lançadores verticais para mísseis de defesa antiaérea de ponto SA-N-9 Gaultlet guiados por comando de radio e com alcance de 12 km. Estes excelentes mísseis possuem uma probabilidade de acerto (KP) de 95% contra aeronaves de asas fixas e uma eficiência similar contra mísseis de cruzeiro ou bombas planadoras que ataquem o navio.
O principal armamento de tubo instalado nos destróieres da classe Udaloy é composto por dois reparos com 2 canhões calibre 100 mm/ 70DP em calibre 100 mm capaz de disparar até 50 tiros por minuto e atingir um alvo a 20 km de distancia. O Udaloy possui dois hangares para operação de dois helicópteros anti-submarino Kamov Ka-27PL Helix que prestam um grande apoio na luta anti-submarino, com seus sistemas embarcados.
Acima: Nesta foto podemos ver com clareza os lançadores quádruplos de mísseis SS-N-14 Silex usados para destruir submarinos inimigos. Na versão Udaloy II, estes misseis foram substituídos pelo potente SS-N-22 Sunburn (Moskit).
No que diz respeito aos sensores, o Udaloy está equipado com um radar tridimensional de busca aérea MR-700 Fregat MA Top Plate com alcance máximo de 300 km contra alvos aéreos de grandes dimensões (um bombardeiro B-52, por exemplo) e em alta altitude. A busca de superfície fica a cargo de um radar MR-320M Topaz V Strut Pair cujo alcance é de 50 km. Este radar tem capacidade de busca aérea também, porém com alcance de 180 km, contra alvos grandes e em alta altitude. O radar de controle de fogo para os mísseis Gauntlet é o MR-360 Podkat/ Cross Sword.
A sistema de detecção anti-submarina é feita pela suíte de sonar Polinom composto pelos sonares Horse Jaw e o Horse tail que operam em baixa frequência.
Acima: O radar tridimensional MR-700 Fregat MA Top Plate, embora seja um sensor antigo e menos capaz que os equipamentos atuais, ainda é bem comum nos navios de guerra de origem soviética.
Com um deslocamento de 6700 toneladas quando tolamente carregado, o Udaloy consegue uma velocidade máxima de 35 nós (64 km/h) conseguida pela combinação de duas turbinas a gás M-62 mais duas turbinas, também a gás M-8KF, que movem dois eixos e suas respectivas hélices produzindo 120000 Hp de potencia total. Sua autonomia chega 19400 km o que somado ao excelente desempenho marinheiro do navio o coloca como um perigoso inimigo em uma batalha naval. Seu desempenho é superior ao do navio da classe Arleigh Burke, da marinha norte americana.
Acima: O desempenho de navegação dos navios desta classe é excepcional. Além de uma velocidade maior, ele também tem muito maior alcance que seus similares ocidentais.

UDALOY II
O Udaloy possui uma versão mais avançada, modificada para otimizar sua capacidade anti-navio. Esta versão, batizada de Project 1155.1 Fregat II e é conhecido na OTAN por Classe Udaloy II
As modificações nesta versão em relação ao Udaloy I são visíveis nos sistemas de armas e de sensores, sendo que a propulsão se manteve inalterada.  Assim, no que se refere ao armamento, o Udaloy II teve os mísseis SS-N-14 Silex, substituídos pelo potentíssimo míssil anti-navio SS-N-22 Sunburn (Moskit) lançados pelos mesmos lançadores quádruplos. Este míssil tem como característica sua elevadíssima velocidade de cruzeiro que atinge 2300 km/h em perfil de voo sea skimming (rasante ao mar) e possui um alcance de 250 km. Com uma ogiva de 320 kg de alto explosivo ou uma ogiva nuclear de 120 kt, este míssil é quase impossível de ser abatido pelas defesas antimíssil do inimigo. Outro míssil anti-submarino transportado pelo navio Udaloy II é o SS-N-15 Starfish (RPK-2 Viyuga) lançado de dois lançadores quádruplos de torpedos de 533 mm. Este míssil tem alcance de 45 km e usa um torpedo Type 40 próximo a área onde o alvo for detectado para que ele possa iniciar a busca pelo seu próprio sonar. 
O míssil SA-N-9, também usado na versão Udaloy II,  está apoiado por dois sistemas antiaéreo Kashtan que é composto por dois lançadores de míssil SA-N-11 Grisom com alcance de 8 km e 2 canhões GSH- 30K de 6 canos rotativos de 30 mm que são usados contra mísseis e outros projéteis de precisão que sejam lançados contra o navio. O alcance dos canhões do sistema Kashtan é de 3,5 km. O navio Udaloy II teve os dois canhões  calibre 100 mm/ 70DP substituídos por um único reparo com 2 canhões AK-130 DP cujo alcance aumentou para 23 km, porém com o sacrifício da cadencia de tiro que caiu para 40 tiros por minuto. Outro novo armamento anti-submarino  incorporado ao Udaloy II foram  dois lançadores de foguetes UDAV-1 anti-submarino que pode ser usado contra submarinos, torpedos que se aproximem e mergulhadores inimigos.
Acima: O Udaloy II teve apenas um exemplar construído. Externamente a maior diferença está na ausência de um dos canhões de 100 mm e nos lançadores quádruplos para mísseis antinavio SS-N-22 Sunburn.
Como mencionado antes, além do armamento, os sistemas eletrônicos também tem algumas diferenças entre a versão Udaloy I e Udaloy II. O Udaloy II usa um radar de busca aérea MR-700 Fregat A Top Plate 3D, cujo alcance máximo é o mesmo do modelo MA usado no navio mais antigo.
O radar de busca de superfície continuou sendo o MR-320M Topaz V Strut Pair, assim como os radares de controle de fogo MR-360 Podkat/ Cross Sword. Porém, com o sistema Kashtan, um outro tipo de radar de controle de fogo precisou ser instalado; o 3P37 Hot Flash  com duas antenas, foi adicionado para gerenciar o controle de tiro deste sistema de armas.
A sistema de detecção anti-submarina é feita pela suíte de sonar Zvezda-2 capaz de detectar um submarino inimigo a 100 km de distancia com os sonares com sonar de casco MGK-345 Yake Bow, Sonar de baixa frequência Ox Tail LF
Acima: Os navios da classe Udaloy possem um heliporto e dois hangares para operar dois helicópteros anti-submarino KA-27PL Helix
Embora seja um navio com desenho antiquado frente aos modernos navios com características furtivas em uso atualmente, o Udaloy, tem em seu forte armamento e seu excelente desempenho uma letalidade válida que deve impor respeito nas marinhas inimigas da Rússia.
Devido a incerta situação da industria naval russa, é provável que estes grandes navios de guerra permaneçam em serviço por muitos anos ainda. O Udaloy II teve apenas um exemplar construído e o sucessor destes velhos navios de guerra ainda não está em um horizonte visível. Novos navios de guerra como fragatas e cruzadores estão nos planos da marinha russa para recuperar sua capacidade e diminuir o gap tecnológico frente as marinhas ocidentais, porém, não está claro se algum deles assumirá a posição dos destróieres da classe Udaloy na marinha russa.

VÍDEO


Você gosta de tecnologia militar? Fique por dentro das atuais e futuras armas que estarão em combate no campo de batalha. Siga o WARFARE no TwitterFacebook.

2 comentários:

  1. Eu gosto muito desse design rustico que os russos dão aos seus equipamentos.

    ResponderExcluir