sábado, 4 de março de 2017

CLASSE FORMIDABLE. A moderníssima fragata de Cingapura

FICHA TÉCNICA
Tipo: Fragata multimissão.
Tripulação: 71 tripulantes mais 19 da ala aérea.
Data do comissionamento: Maio de 2007.
Deslocamento: 3200 toneladas.
Comprimento: 114,8 m.
Boca: 16,3 m.
Propulsão: 4 motores a diesel MTU 20V 8000 que produzem 48800 shp e que movem dois eixos com uma hélice cada.
Velocidade máxima: 27 nós (50 km/h).
Alcance: 7880 Km.
Sensores: Radar de busca aérea e de superfície: Thales Herakles com 250 Km de alcance. radar de navegação Scanter 2001, radar de controle de fogo Thales Sting EO MK 2; Sonar EDO M 980 ALOFTS rebocado
Armamento: AAW: 4 lançadores de 8 celulas Sylver A-50 para mísseis Áster 15/ 30; SSM: 2 lançadores  MK-141 quádruplos para mísseis RGM-84 Harpoon, 1 canhão OTO Melara 76 mm/62 Super Rapid; 2 canhões automáticos Rafael ADS Typhoon calibre 25 mm; 2 lançadores triplos para torpedos Eurotorp A-244S
Aeronaves: 1 Helicóptero Sikorsky S-70B Seahawk

DESCRIÇÃO
Por Carlos E. S. Junior
Cingapura tem uma marinha tradicionalmente equipada com pequenas embarcações multifunção para poder otimizar ao máximo a capacidade da força como um todo. Porém, faltava um navio com capacidade de "águas azuis" ou para operações oceânicas. Por isso, o ministério da defesa de Cingapura encomendou junto a DCNS da França um projeto para uma nova classe de fragatas que deveriam incorporar as ultimas tecnologias para esse tipo de equipamento disponíveis no mundo. Batizada de classe Formidable, a DCNS construiu 6 navios que foram entregues a marinha da Cingapura a partir de maio de 2007. O projeto é baseado nos navios da classe Lafayette, e por isso, foram projetadas para ter baixo índice de ruído, baixa assinatura infravermelha e de radar. Outro ponto interessante sobre o projeto deste navio é o alto nível de automação de seus sistemas que permitiram uma diminuição  de 50 % no numero de tripulantes, de forma que, enquanto nos navios da classe Lafayette, há 164 tripulantes, nos navios da classe Formidable, há, apenas, 71 tripulantes.
Acima: Com um desenho bastante limpo e com ângulos, a fragata Formidable apresenta uma redução importante de sua área de reflexão de radar (RCS).
Como está se tornando praxe atualmente, houve transferência de tecnologia para a industria de Cingapura nesse projeto e muitas outras empresas do país produzem sistemas e peças para este navio. O sistema de gerenciamento de combate, assim como sua integração, foi desenvolvida pela própria Agência de Ciência e Tecnologia de Cingapura (DSTA). Os mostradores dos consoles, assim como os sistemas de comunicação integrados são desenvolvidos pela Singapore Technology Electronics, uma subsidiária da ST Engineering.
Acima: O programa de aquisição dos navios da classe Formidabel de Cingapura abrangeu um bom espectro de transferência de tecnologia, onde muitas empresas do país foram pesadamente beneficiadas, gerando emprego e know how a industria local
O sistema de propulsão da Formidable é do tipo CODAD (diesel e diesel combinado) e está equipada com 4 motores a diesel em um esquema similar ao usado pelos navios da classe Lafayette originais, dos quais, esta classe deriva, porém o sistema de propulsão dos navios de Cingapura são um pouco menos potentes. O modelo dos motores usados é o MTU 20V 8000 e conseguem mover o navio a uma velocidade de 27 nós ou  50 km/h. A Formidable possui uma boa autonomia sendo que pode chegar a 7880 km quando navegando em velocidade de cruzeiro econômico (algo como 18 nós ou 33 km/h), podendo, assim, ser operada em missões internacionais.
Acima: As Formidable derivam do navio francês classe La Fayette, porém o seu armamento é mais pesado, e seus sistemas bem mais capazes.
O radar do Formidable é o Thales Herakles de abertura sintética, tridimensional, e que faz a buscas primárias e o controle de fogo das armas do navio. O alcance do Herakles é de 250 Km e pode rastrear mais de 400 alvos simultaneamente. Esse radar é usado, também para designar alvos para o sistema de míssil antiaéreo Áster-15/ 30, que é o principal sistema de armas do navio. Além desse sensor, outros sistemas de sensores com objetivo de apoio a navegação como o radar Scanter 2001 ou o  radar de controle de fogo Thales Sting EO MK 2 que orienta a visada do canhão de 76 mm do navio, foram instalados. O Formidable também recebeu um sonar rebocado de baixa frequência EDO M 980 ALOFTS que permite detectar e classificar um submarino inimigo a longa distancia.
Acima: O radar Herakles é o principal sensor da Formidable. este sistema de radar também é usada nas modernas fragatas multimissão da classe Aquitaine, já descritos nesse site.
O principal armamento da Formidable são seus 4 lançadores verticais Sylver A-50 de 8 celulas cada, para mísseis antiaéreos Aster 15 e Aster 30. O primeiro tem alcance de 30 km e o segundo alcança 100 km. O sistema de guiagem destes ótimos mísseis é por radar ativo permitindo a flexibilidade de engajamento de alvos múltiplos. Ainda falando de mísseis, a Formidable recebeu 2 lançadores  MK-141 quádruplos para mísseis RGM-84 Harpoon que são usados para atacar navios. O alcance deste clássico míssil anti-navio chega a 130 km e seu sistema de guiagem se dá por radar ativo.
O armamento de tubo é composto pelo canhão de fogo rápido OTO Melara 76/62 Super Rapid calibre 76 mm, que atinge uma cadência de 120 tiros por minuto e um alcance de 16 km, quando usando munição de alto explosivo (HE). Existe, ainda, a munição Vulcano, já disponível em calibre 76 mm, que permite atingir alvos a 40 km com alta precisão pois a granada é guiada por GPS com um sensor infravermelho IR ou por laser semi ativo na fase terminal do ataque. Há 2 canhões automáticos leves Rafael ADS Typhoon calibre 25 mm, ideal para atacar pequenas embarcações em caso de ameaças assimétricas. Estes canhões podem disparar a cerca de 200 tiros por minuto e tem alcance de 3 km. Existem 4 metralhadoras pesadas CIS-50MG calibre 12,7 X 99 mm (.50). E por ultimo, para guerra anti-submarino, foi instalado 2 lançadores triplos B-515 para torpedos leves de 324 mm Eurotorp A-244S. Esse torpedo, de origem italiana, tem alcance de 13,5 km e possui guiagem por sonar ativo/ passivo.
Acima: O armamento e sistemas de sensores da fragata Formidable permitem que o navio seja usado como escolta de grupos de batalha naval. Nesta foto podemos ver o Formidable escoltando o super porta aviões norte americano USS Nimitz (CVN-68).
As fragatas da classe Formidable foram projetadas para operar um helicóptero médio, e a marinha de Cingapura usa nesse papel o excelente helicóptero Sikorsky S-70B Seahawk para missões de busca, salvamento e guerra anti-submarino. Há um hangar no navio capaz de prestar um bom suporte a operação do helicóptero.
As fragatas Formidable representam um navio de bom custo benefício. Seu preço está em cerca de U$ 350 milhões cada unidade, na época em que foi contratado sua construção e o navio entrega uma boa capacidade de defesa antiaérea de área, permitindo ser usada como um navio de escolta de um grupo de batalha. Embora suas capacidades sejam inferiores a de navios equipados com sistema AEGIS, muito mais caros de comprar e operar, temos que ser honestos e constatar as boas capacidades deste moderno projeto. Seria um navio excelente para a defasada marinha brasileira.
Acima: A Formidable foi projetada para operar um helicóptero médio e a marinha de Singapura usa o Sikorsky S-70B Seahawk em cada um dos seis navios desta classe.


VÍDEO


Você gosta de tecnologia militar? Fique por dentro das atuais e futuras armas que estão em combate no campo de batalha. Siga o WARFARE no TwitterFacebook.

Um comentário:

  1. Muito melhor do que investir na classe Tamandaré.
    E se o valor for realmente esse, é mais barata que as pretendidas tamandarés.

    ResponderExcluir