sexta-feira, 22 de janeiro de 2021

FOTO: Galil Sniper

Soldado do Exército Estoniano armado com um fuzil IWI Galil Sniper em 7,62x51mm OTAN.

Por Filipe do A. Monteiro, Warfare Blog, 22 de janeiro de 2021.

O Galil Sniper (também conhecido como Galil Tzalafim ou "Galatz") é um derivado do Galil ARM, usando munição 7,62x51mm OTAN de alta qualidade para uma precisão consistente. O fuzil sniper tem um funcionamento apenas em semi-automático com um sistema operacional semelhante a outras variantes Galil, mas otimizado para o tiro de precisão; sendo alimentado por um carregador tipo cofre de 25 tiros. Ele usa um cano de perfil mais pesado do que o usado em outras variantes, sendo equipado com um dispositivo de boca do cano multifuncional, que atua como quebra-chama e freio de boca. Este pode ser substituído por um silenciador, o que requer o uso de munição subsônica para eficácia máxima.

Bibliografia recomendada:

Out of Nowhere:
A History of the Military Sniper.
Martin Pegler.

Leitura recomendada:

FOTO: Sniper com baioneta calada9 de dezembro de 2020.

GALERIA: Snipers no Forças Comando na República Dominicana, 3 de novembro de 2020.

FOTO: Sniper vietnamita durante a Operação Brochet, 15 de outubro de 2020.

GALERIA: Competição Jäger Shot 2020 na Alemanha, 2 de dezembro de 2020.

GALERIA: Fuzis anti-material Zastava M93 modificados dos curdos peshmerga, 21 de julho de 2020.

FOTO: Sniper do FORAD no CENZUB, 23 de janeiro de 2020.

Nenhum comentário:

Postar um comentário