terça-feira, 21 de julho de 2020

GALERIA: Fuzis anti-material Zastava M93 modificados dos curdos peshmerga


O Zastava M93 Black Arrow é um fuzil anti-material calibrado em .50 BMG (12,7x99mm OTAN) ou no cartucho russo .50 DSHK (12,7x108mm), fabricado pelo arsenal sérvio Zastava. Ele foi projetado em 1993, logo após o esfacelamento da Iugoslávia, e entrou em produção em 1998. O objetivo principal desse fuzil é o engajamento de longo alcance e, por esse motivo, é fornecido apenas com uma mira óptica, incluída no conjunto do fuzil (ampliação de 8x com a distância ajustável até 1.800m). Sua montagem também aceita miras de outros fabricantes.



Os M93 em uso pelos curdos peshmerga ("aqueles que enfrentam a morte") são mais provavelmente calibrados em 12,7x108mm devido ao amplo suprimento de munição russa na área de operações. Sabe-se que as forças curdas usam o M93 há algum tempo em sua luta contra o Estado Islâmico (EI/ISIS), mas esse desenvolvimento recente mostra um Zastava M93 específico que foi modificado com um trilho picatinny elevado e a coronha Fab Defense SSR25 com um apoio da bochecha elevada para acomodar a montagem de uma luneta mais alta.


Coronha Fab Defense SSR-25.

A luneta não é identificada neste momento (as lunetas antigas são as Zrak-Teslicmas de 8x56), parece ter um ajuste de paralaxe e um retículo iluminado, além de torres muito altas que se adequam aos ajustes de longo alcance do cartucho. É possivelmente russo devido à presença de várias lunetas russas baratas que apareceram em toda a região. A luneta também é completamente diferente de outras lunetas em uso nos M93 não-modificados em uso em outros lugares com os curdos, identificados por uma tampa laranja na torre de ajuste do vento.







À primeira vista, parece que o trilho saiu de um Remington X2010, mas realmente não se encaixa no perfil. Inicialmente, uma outra possibilidade foi considerada do fuzil ser uma cópia modificada do Aspar Arms M93 produzido na Armênia, mas a direção da alça de transporte não corresponde àquela do fuzil da Aspar Arms. A presença dessas modificações parece ser feita profissionalmente. Se as modificações foram ou não feitas pelos curdos ou em outros lugares permanece sem resposta.


Aspar Arms M93.

A utilização de fuzis anti-material não é estranha aos curdos, com os fuzis Zagros (12,7mm) e Shei (14,5mm).



Bibliografia recomendada:






Leitura recomendada:


Nenhum comentário:

Postar um comentário