terça-feira, 3 de novembro de 2020

GALERIA: Snipers no Forças Comando na República Dominicana

Um sniper de Belize mira durante o evento Sniper Stalker no Fuerzas Comando, na República Dominicana, em 17 de junho de 2010.

Por Filipe do A. Monteiro, Warfare Blog, 2 de novembro de 2020.

Fuerzas Comando (Forças Comando) de 2010 ocorreu em Santo Domingo, na República Dominicana. O evento Sniper Stalker (Espreitador Sniper) inclui equipes formadas por atiradores e observadores em várias situações táticas como camuflagem, tiro à distância e tiro de oportunidade. As equipes concorrentes avançaram rastejando por uma área densamente coberta nos arredores da base militar da 1ª Brigada de Infantaria "16 de Agosto" do Exército Dominicano, em 17 de junho de 2010.

Sniper Stalker no Forças Comando 2017


No desafio, os snipers tiveram 2:30h para atravessar o campo de 1.200m sem serem detectados enquanto eram observados por juízes com binóculos de alta potência. Um sniper paraguaio foi entrevistado durante a competição (vídeo acima) e declarou:

"É muito difícil porque os juízes normalmente são snipers também, então eles sabem o que procurar e onde procurar, e o que eles estão procurando".

Além de deslocarem-se indetectáveis, as equipes também tiveram que disparar tiros de festim e identificar cartões de couro, plotados de vários locais pré-determinados.

O evento Sniper Stalker foi apenas um dos vários eventos que compõem a Competição de Operações Especiais Fuerzas Comando, com a participação de 20 países: Argentina, Bahamas, Belize, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, República Dominicana, Equador, El Salvador, Guatemala, Guiana, Jamaica, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, Trinidad e Tobago, Estados Unidos e Uruguai.

Patrocinada pelo Comando Sul americano (USSOUTHCOM), um dos principais objetivos da competição é promover a parceria entre países da América do Norte, América Central, América do Sul e Caribe.

Dois atiradores jamaicanos escondidos observam seu alvo.

Duplas jamaicana e belizenha em trajes ghillie.

Sniper panamenho.

Sniper não-identificado completamente dissimulado no terreno.

Virtualmente invisível.

Sniper chileno zerando a mira da luneta enquanto aguarda a sua vez.

Observador de uma das equipes repassa informações pelo rádio, de modo a ajustar os tiros.

Sniper argentino completamente mascarado.

O Fuerzas Comando 2010 terminou em 24 de junho com a vitória do Grupo Especial de Operaciones (GEO) do Equador, com 1.386 pontos, seguido pela Argentina (1.334 pontos), Estados Unidos (1.330 pontos), Colômbia (1.307), Chile (1.273) e Peru (1.243).

A competição encerrou com um salto de amizade e uma cerimônia.

A cena do sniper Ding Chavez no filme Perigo Real e Imediato (1994) 


Bibliografia recomendada:

Out of Nowhere:
A History of the Military Sniper.
Martin Pegler.
Leitura recomendada:



FOTO: Sniper do FORAD no CENZUB, 23 de janeiro de 2020.

FOTO: Posto sniper na Chechênia15 de outubro de 2020.

FOTO: Sniper na chuva, 16 de setembro de 2020.

Nenhum comentário:

Postar um comentário