Mostrando postagens com marcador Azerbaijão. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Azerbaijão. Mostrar todas as postagens

sábado, 27 de fevereiro de 2021

A Armênia busca maior presença militar russa em seu território

FOTO DE ARQUIVO: Um militar das tropas de paz russas caminha perto de um tanque perto da fronteira com a Armênia, após a assinatura de um acordo para encerrar o conflito militar entre o Azerbaijão e as forças étnicas armênias, na região do Nagorno-Karabakh, 10 de novembro 2020. (Francesco Brembati / Reuters)

Da equipe da Reuters, 22 de fevereiro de 2021.

Tradução Filipe do A. Monteiro, 27 de fevereiro de 2021.

YEREVAN - A Armênia acolheria a expansão de uma base militar russa em seu território e a redesdobramento de algumas forças russas para mais perto de sua fronteira com o Azerbaijão, após um conflito com seu vizinho no ano passado, disse o ministro da Defesa na segunda-feira (22/02).

Tropas étnicas armênias na região do Nagorno-Karabakh cederam faixas de território dentro e ao redor do enclave para o Azerbaijão em um conflito de seis semanas em 2020 que ceifou milhares de vidas.

As tropas russas de manutenção da paz estão posicionadas no enclave e, sob um pacto de defesa formal com a Armênia, a Rússia possui uma base militar completa na cidade de Gyumri, perto da fronteira com a Turquia, com cerca de 3.000 soldados.

A Rússia disse em novembro que estava destacando quase 2.000 soldados como parte da missão de manutenção da paz.


“A questão de expandir e reforçar a base militar russa no território da Armênia sempre esteve na agenda”, disse o ministro da Defesa da Armênia, Vagharshak Harutyunyan, à agência de notícias russa RIA em uma entrevista publicada na segunda-feira. “O lado armênio sempre se interessou por isso.” Harutyunyan não disse se havia planos concretos para uma expansão potencial.

Os políticos da oposição armênia pediram a criação de uma segunda base russa na região de Syunik, no sul da Armênia, localizada entre o Azerbaijão e o enclave azerbaijano de Nakhchivan.

Harutyunyan disse não ver necessidade de a Rússia abrir formalmente uma segunda base militar, mas disse que os dois países estão considerando enviar uma unidade militar da base existente para o leste da Armênia, perto da fronteira com o Azerbaijão.

Harutyunyan não revelou o propósito do potencial redesdobramento nem sua localização exata. O Ministério da Defesa da Rússia não respondeu imediatamente a um pedido de comentário. A oposição da Armênia, que pediu ao primeiro-ministro Nikol Pashinyan que renuncie por causa do resultado do conflito, planejou realizar um novo protesto de rua na segunda-feira.

Reportagem de Nvard Hovhannisyan e Gabrielle Tétrault-Farber; Edição de Andrew Osborn e Gareth Jones.

Bibliografia recomendada:


Leitura recomendada:

sábado, 21 de novembro de 2020

FOTO: Pacificadores russos no Nagorno-Karabakh

Soldados russos próximos a uma igreja apostólica armênia na região de Dadivank, novembro de 2020.

A Rússia desdobrou 2 mil soldados no Nagorno-Karabakh em 2020, após a guerra entre a Armênia e o Azerbaijão. Fotografados estão soldados armados com fuzis AK-74M e transportes blindados BTR.



Bibliografia recomendada:

The Modern Russian Army 1992-2016.
Mark Galeotti e Johnny Shumate.

Leitura recomendada: