sábado, 18 de agosto de 2018

PISTOLAS SIG SAUER. A precisão suíça somada a qualidade alemã.




DESCRIÇÃO
Por Carlos Junior
A industria Sig-Sauer, é uma conhecida fabricante de armas de fogo de todos os tipos. Eles produzem desde pistolas em calibre 380 ACP, até fuzis de assalto de altíssima qualidade. Interessantemente, o produto mais popular desta prestigiada empresa suissa-alemã é a pistola semi-automática que ela produz e que influencia projetistas e desenhistas de armas de fogo no mundo todo. Um exemplo bem próximo de nós brasileiros, é a nossa fabrica da Taurus, bastante difundida no mercado nacional e bastante presente no rígido mercado norte americano. Muitas pistolas da Taurus como as PT-938, 945, 917, tem desenho muito semelhante ao encontrado nas pistolas Sig Sauer.

A história da Sig começa quando a industria Schweizerische Geshellschaft adquire as patentes  de um projetista de armas francês e projeta a pistola P-210, em 1948, considerada por  especialistas como uma das melhores pistolas já construídas. Esta arma foi adquirida pelo exército suíço e dinamarquês. Depois desse lançamento, alguns anos se passaram e a Sig estava passando por dificuldades devido a um movimento político que visava banir as armas de fogo na Suíça, e acabou se juntando com uma outra empresa que, também passava por dificuldades, devido a ter sua fabrica confiscada pelo governo da Alemanha Oriental, conhecida como J.P Sauer & Sons formando aí a nova empresa Sig-Sauer. Quando essa união ocorreu, a fabrica da Sig-Sauer foi aberta na Alemanha Ocidental.
Acima: Um dos melhores projetos de pistolas da história, porém, caro demais para um uso simples para defesa, a P-210 está em produção desde 1948.
O primeiro produto desta “recém criada” industria, foi a moderna pistola P-220, em calibre 45, que incorpora um mecanismo de desarmar o cão que é usado num produto da antiga J.P Sauer & Sons, a pistola Sauer 38H e um chassi em duralumínio para diminuir o peso da arma. Como pode-se ver a qualidade do produto suíço e a inovação dos produtos alemães, criaram, uma das mais bem sucedidas armas de fogo do mundo. Todas as pistolas da Sig-Sauer são baseadas nesta pistola P-220, que diga-se de passagem, é fabricada até hoje.
Uma versão compacta com menor cano e empunhadura reduzida, conhecida como P-245, está disponível, também, para quem queira uma arma backup que use o mesmo calibre da arma principal, como o 45  da P-220.
Acima: As pistolas da Sig Sauer são de ótima qualidade, além de muito bem acabadas. A clássica P-220 é um exemplo do sucesso de seus produtos.
Falando em backup, existe também uma pequena pistola em calibre 380 ACP, da SIG, chamada P-232, e que se assemelha a uma Walter PPK. È uma arma de pequeno porte, ideal para uso dissimulado com roupas de verão. Mas para ser efetiva, o usuário precisa prestar atenção na munição que ele escolher. Deve-se optar por alguma munição “apimentada” do tipo +P para uso em defesa e conseguir um poder de parada (stopping power) adequado.
Acima: A pequena P-232 é a menor pistola da Sig Sauer e usa o diminuto calibre 380 ACP. 
Uma versão de carregador monofilar, da P-228, e por isso, um desenho mais fino, é a P-239. Com seus 8 tiros em 9mm, é uma arma muito popular entre policiais americanos, que a portam como uma backup de forma discreta, mesmo com roupas mais leves.
Em 1985, os Estados Unidos estavam promovendo uma concorrência para aquisição de uma nova pistola para substituir as pistolas calibre 45 no modelo 1911. A vencedora desta concorrência foi a Beretta M-92, sem dúvida, uma clássica pistola. Para essa concorrência a Sig-Sauer construiu o modelo P-226 preenchendo os requisitos deste programa, porém, com um custo mais alto que suas concorrentes, acabou sendo desclassificada logo no começo. A P-226, é uma pistola de alta capacidade de munição (15 tiros + 1 na câmara), em calibre 9 mm parabellum. Suas dimensões são as mesmas encontradas no P-220 em calibre 45, mas com o redimensionamento da empunhadura para comportar um carregador bifilar em calibre 9 mm. Uma coisa interessante de se notar é o cano pivotante que é um sistema usado em outras armas de renome, onde a câmara se move para baixo, durante o movimento do ferrolho, se aproximando do carregador, e assim, facilitando a entrada de um novo cartucho na câmara.
Acima: Outro exemplo de sucesso da Sig Sauer é seu modelo P-226 em calibre 9 mm. O modelo da foto é a P-226 MK-25, usada pelos combatentes do SEALs da marinha dos Estados Unidos.
Mais recentemente, com a mudança de tendências no que se refere ao tamanho e materiais usados em armas de fogo, assim como o “novo” calibre 40 S&W, a Sig-Sauer, não perdeu tempo e fez alguns lançamentos. O Primeiro foi a pistola P-229, que representa a proposta de uma arma compacta com cano reduzido de 4.4 polegadas, encontrado na P-226,  para 3.9 polegadas. Além disso, a arma foi produzida no calibre 40 S&W, 9 mm e o poderoso 357 SIG, munição essa desenvolvida pela empresa enfocada nessa matéria. Ainda falando um pouco desse potente calibre, quero mencionar que trata-se de um cartucho em calibre 40 S&W, com a redução da “boca do estojo” para o calibre 9 mm, fazendo com que o aspecto dessa munição se assemelhe ao encontrado em fuzis. Ou seja é uma munição em formato de “garrafinha”. O resultado desse desenvolvimento foi bem próximo do que se consegue com o excelente 357 magnum, tradicionalmente usado em revolveres. 
Outro produto moderno, desta renomada marca é a linha SIG-PRO formada por pistolas SP 2022 e a SIG 2340, com chassi em polímero de alto impacto. Essas armas também são compactas e o modelo 2022 foi desenhado para a policia da França. Essas armas, estão disponíveis nos calibres 9 mm, 357 SIG e 40 S&W, também. 
Acima: A SIG SP2022, da família SIG Pro, foi o primeiro produto da SIG com a armação em polímero. O resultado foi uma arma eficaz, compacta e de desenho futurista.
Nos Estados Unidos, ocorreu uma fase iniciada em meados dos anos 90 e que terminou em 2005, em que era proibido armas com características militares e pistolas com capacidade maior do que 10 tiros. Sendo assim, os fabricantes que atuam nos Estados Unidos tiveram que colocar limitadores nas suas pistolas de alta capacidade. Por causa desta restrição, a procura por armas de maior impacto como o 45 e o 40 S&W deu um boom de vendas. Uma coisa interessante foi que as antigas e tradicionais pistolas modelo 1911 inventadas pelo gênio John M. Browning começaram a despertar o interesse do consumidor americano, novamente, e até alguns órgãos de polícia aderiram a esta arma. Sendo assim a SIG-Sauer, como muitos grande fabricantes, desenvolveram sua versão desta clássica pistola, chamada revolution Nitron, que mesmo com um projeto de quase 100 anos, é ainda uma inspiração para muitos projetos mais modernos. 
Acima: Seguindo a moda no maior mercado de armas do mundo, o norte americano, a Sig Sauer lançou seu clone da célebre M-1911. 
Novas tendências em desenho de armas curtas foram aparecendo e o modelo P-250, feita com peças de polímero e com o sistema que é a moda do momento: Somente ação dupla. Embora esse sistema esteja na moda, eu, particularmente não gosto muito. Tenho boa experiência de tiro e para mim o melhor sistema é o ação dupla, com os tiros seguintes em ação simples, como nos outros modelos da marca. Porém, o ultimo produto desta renomada fabricante é a P-320, uma pistola que opera somente em ação dupla (DAO) e por isso tem seu gatilho amaciado para garantir facilidade e precisão nos disparos. O modelo é fabricado em dois tamanhos, sendo um full size com cano de 4,7 polegadas e uma versão curta (P-320 Carry), pensada para porte dissimulado com cano apresentando um comprimento de cano com 3,9 polegadas. Esta arma é oferecida para uso militar, policial, e para defesa pessoal nos países onde impera o bom senso e os cidadãos podem ter armas efetivas para sua auto defesa.
Abaixo, coloquei a ficha técnica das pistolas da Sig-Sauer que se encontram em produção atualmente.

FICHA TÉCNICA
P-210
Calibre: 9 mm
Capacidade: 8 tiros
Comprimento do cano: 4.9 pol
Comprimento total: 215 mm
Sistema de operação: Ação simples

FICHA TÉCNICA
P-220
Calibre: 45 ACP
Capacidade: 7 tiros
Comprimento do cano: 4,4 pol
Comprimento total: 193 mm
Sistema de operação: dupla ação

FICHA TÉCNICA
P-226
Calibre: 9 mm, 357 SIG e 40 S&W
Capacidade: 15 tiros em 9 mm, ou 12 tiros em 40S&W e 357 SIG.
Comprimento do cano: 4,4 pol
Comprimento total: 196 mm
Sistema de operação: Ação dupla ou “somente ação dupla”

FICHA TÉCNICA
P-229
Calibre: 9 mm, 357 SIG e 40 S&W
Capacidade: 12 tiros
Comprimento do cano: 3,9 pol
Comprimento total: 180 mm
Sistema de operação: Ação dulpa ou “somente ação dupla”

FICHA TÉCNICA
P-232
Calibre: 380 ACP
Capacidade: 7 tiros
Comprimento do cano: 3,62 pol
Comprimento total: 168 mm
Sistema de operação: Ação dupla

FICHA TÉCNICA
P-239
Calibre: 9 mm, 357 SIG e 40 S&W
Capacidade: 8 tiros em 9 mm e 7 em 357 SIG ou 40 S&W
Comprimento do cano: 3,6 pol
Comprimento total: 132 mm
Sistema de operação: Ação dupla

FICHA TÉCNICA
SIG PRO – P-2022 
Calibre: 9 mm, 357 SIG e 40 S&W
Capacidade: 15 tiros em 9 mm, ou 12 tiros em 357 SIG e 40 S&W
Comprimento do cano: 3,9 pol
Comprimento total: 187 mm
Sistema de operação: Ação dupla

FICHA TÉCNICA
sig 1911 Nitron
Calibre: 45 ACP
Capacidade: 8 tiros
Comprimento do cano: 5 pol
Comprimento total: 216mm
Sistema de operação: Ação simples

FICHA TÉCNICA 
Revolution Carry Nitron 
Calibre: 45 ACP
Capacidade: 8 tiros
Comprimento do cano: 4,25 pol
Comprimento total: 216mm
Sistema de operação: Ação simples

FICHA TÉCNICA
P-250
Calibre: 9 mm. (estão sendo planejados versões em 357 SIG, 40 S&W e 45 ACP)
Capacidade: 15 tiros em 9 mm
Comprimento do cano: 3,9 pol
Comprimento total: 180 mm
Sistema de operação: Somente ação dupla (DAO)
FICHA TÉCNICA
P-320
Calibre: 9 mm, 40 S&W
Capacidade: 15 tiros em 9 mm
Comprimento do cano:  4,7 Pol (full size), 3,9 pol (Carry)
Comprimento total: 203 mm (Full Size), 183 mm
Sistema de operação: Somente ação dupla (DAO)


Você gosta de tecnologia militar? Fique por dentro das atuais e futuras armas que estão em combate no campo de batalha. Assine nossa newsletter na barra direita do site e nos sigam nas redes sociais também! InstagranFacebook, MeWe e Twiter. Compartilhe nas suas redes sociais e ajude o WARFARE crescer.

Um comentário:

  1. oi pessoal venho convida-los a se inscreverem no meu canal o analista militar, que gosta deste canal com certeza vai gosta do meu, e sobre cultura militar.
    https://www.youtube.com/watch?v=T6jpqSeopOw

    ResponderExcluir