domingo, 5 de setembro de 2021

FOTO: Graduação da primeira classe de policiais especiais femininas afegãs

Mulheres policiais afegãs graduadas em 5 de abril de 2018.

Por Filipe do A. Monteiro, Warfare Blog, 1º de setembro de 2021.

Seis mulheres da Polícia Nacional Afegã graduaram-se no Comando Geral de Unidades Especiais de Polícia pela primeira graduação do Curso Básico Feminino no Centro de Treinamento da Polícia Especial, no Campo Wak em Cabul, capital do Afeganistão, 5 de abril de 2018.

As mulheres policiais concluíram o curso de sete semanas consistindo em táticas e técnicas policiais especiais, manuseio de evidências, estado de direito, pontaria e aptidão física.

Autoridades do esforço ocidental no país elogiaram o esforço, com o então vice-embaixador da Noruega no Afeganistão, John Almster, disse que o serviço das mulheres policiais ao povo não é apenas necessário, mas vital para o futuro do Afeganistão.

“Vocês devem se orgulhar de sua realização. Admiro sua determinação e coragem durante esses tempos difíceis, porque a reforma da segurança não pode ser bem-sucedida sem a inclusão das mulheres”, disse Almster. O então embaixador da Austrália no Afeganistão, Nicola Gordon-Smith, ecoou os comentários de Almster, declarando: “Ter as mulheres como parte da força policial é fundamental para a segurança do país”.

“O crescimento das forças de segurança afegãs, com a adição de mulheres, é uma prioridade para o presidente do Afeganistão, e hoje estamos um passo mais perto de tornar sua visão uma realidade”, disse o Major-General Sayed Mohamed Khan Roshindal, Comandante  do Comando Geral das Unidades Especiais de Polícia.

A policiais do sexo feminino que se juntaram às Unidades de Missão Nacional da GCPSU desempenharam um papel culturalmente vital nas operações de busca e apreensão e em cenários de alto risco onde mulheres e crianças estão presentes.

Como parte da estratégia da Polícia Nacional Afegã, o governo de Cabul pretendia recrutar mais 5.000 mulheres policiais nos próximos cinco anos (até 2023). No ano anterior de 2017, 190 mulheres afegãs participaram de um curso intensivo de treinamento policial de quatro meses em Sivas, na Turquia.

Bibliografia recomendada:

A Mulher Militar:
Das origens aos nossos dias.
Raymond Caire.

Leitura recomendada:







Nenhum comentário:

Postar um comentário