quarta-feira, 9 de março de 2022

A transformação na Rússia, por Kamil Galeev


Por Kamil GaleevTwitter, 9 de março de 2022.

Tradução Filipe do A. Monteiro, 9 de março de 2022.

Vamos discutir o que está acontecendo na Rússia. Simplificando, ela está ficando totalmente fascista. As autoridades lançaram uma campanha de propaganda para ganhar apoio popular para a invasão da Ucrânia e estão conseguindo muito apoio. Você pode ver o "Z" nas roupas desses caras. O que isto significa? 🧵


"Z" é uma letra que os militares russos estão colocando em seus veículos que partem para a Ucrânia. Alguns interpretam o "Z" como "Za pobedy" (pela vitória). Outros - como "Zapad" (Oeste). De qualquer forma, este símbolo inventado há apenas alguns dias tornou-se um símbolo da nova ideologia e identidade nacional russas.


[O símbolo] encontrou muitos adeptos. Muitos russos estão colocando "Z" em seus carros - isso é totalmente voluntário e, que eu saiba, ninguém os está forçando.


Os empresários colocam "Z" - mostrando seu apoio à invasão em seus caminhões. Aqui você vê um serviço funerário endossando totalmente a mensagem Z.


Militares russos fazem letras Z com distintivos de soldados ucranianos mortos.


Aqui você vê crianças doentes terminais do hospital e seus pais fazendo uma formação Z. Sim, os russos estão forçando crianças com doenças terminais que morrem de câncer e suas famílias a declarar seu apoio à invasão russa da Ucrânia. Vê cartas Детский хоспис? Hospital Infantil.


E é claro que tudo isso está sendo feito em nome da Igreja Ortodoxa Russa. Bombardeio de bairros residenciais, bombardeios em tapete, lançamento de mísseis balísticos sobre cidades ucranianas. Tudo em nome da Ortodoxia.


Alguns argumentam que o povo russo não apoia essa invasão e isso é responsabilidade de Putin. Sim, a decisão foi tomada por Putin e foi uma surpresa até para seus ministros. Mas uma vez que foi tomada, encontrou enorme apoio popular. As pessoas estão torcendo, estão orgulhosas e entusiasmadas.


A mídia russa e as contas de mídia social que defendem a invasão geralmente colocam Z em seus nomes ou logotipos. É assim que você pode detectá-los.


Esses canais Z e bots Z no Telegram fazem muito trabalho para a inteligência russa. Por exemplo, através deste bot RSOTM_Z_BOT, pode-se informar aos russos sobre a localização e o movimento das tropas ucranianas. É assim que os russos coletam informações.


Através do Telegram, os russos coletam informações sobre militares ucranianos, sobre as tropas de defesa territorial. Eles serão usados pelo "levante popular" (=colaboradores pró-russos) para matar patriotas ucranianos e suas famílias assim que os russos tomarem sua cidade (eu borrei informações pessoais).


Há todo um ecossistema de canais de inteligência russos, grupos, bots. Alguns coletam dados sobre o movimento das tropas ucranianas, outros - informações pessoais de combatentes ucranianos para matá-los mais tarde. Eu fiz uma "lista Z" muito, muito incompleta aqui (LINK). Existem *muitos* mais.

Pavel Durov (@durov) proprietário do Telegram há muito tempo colabora com a segurança estatal russa. Ao gerenciar o Vkontakte, ele daria informações pessoais da oposição ao FSB. Ele provavelmente está ajudando a Rússia agora. Pressione-o. Ele agora é um cidadão francês + Saint Kitts e Nevis que vive em Dubai.


Putin tomou a decisão de iniciar esta guerra. Mas ele obteve um amplo apoio do povo russo. Ninguém os está forçando a participar dessas demonstrações de apoio, eles poderiam ignorá-las totalmente. Mas eles aplaudem. Eles torcem, porque se sentem bem, se sentem orgulhosos. A Rússia tornou-se grande novamente.

As redes sociais russas também estão aplaudindo. Aqui você vê um vídeo viral: gravação de cidades ucranianas sendo bombardeadas, de ucranianos mortos por bombas russas, combinado com um áudio de sermão da igreja, cantando anátema. A Rússia está lançando uma cruzada ortodoxa e massacrando ucranianos.

Vibe diferente, mesma mensagem. Garotas russas cantando como Deus apoia a Rússia em seu santo esforço de limpar a Ucrânia.


"O Donbass é nosso", por M. Lisovina e N. Kachura


Os russos étnicos no exterior também estão aplaudindo. Aqui você vê russos no Cazaquistão colocando Z em seus carros, enquanto mísseis balísticos russos destroem bairros residenciais ucranianos. Quando confrontados pelos cazaques, eles reclamam da russofobia, é claro.


Enquanto isso, os russos estão no modo completo da Síria na Ucrânia. É assim que a cidade ucraniana de Chernihiv se perde após o ataque de bombardeiros russos. Prédios residenciais queimados com todas as pessoas que moravam lá. Detritos e cadáveres jazem no que costumava ser as ruas da cidade.

Isso não é surpreendente. Aqui você vê um major russo, um piloto de bombardeiro cujo jato foi derrubado e ele foi capturado pelos militares ucranianos.


E aqui você o vê na Síria na companhia de Putin e Bashar al-Assad. Os mesmos militares russos que lutaram na Síria agora lutam na Ucrânia e usam os mesmos métodos de bombardeios em carpete indiscriminados. O que aconteceu em Aleppo está acontecendo em Chernihiv agora.


Felizmente, enquanto os sírios estavam completamente indefesos contra os jatos russos que os bombardeavam, os ucranianos têm alguma defesa antiaérea. Aqui você vê um jato russo caindo e pilotos sendo catapultados para fora dele.

Felizmente, o plano de guerra russo falhou. Esse é um meme russo de meados de fevereiro - programação dos paraquedistas:

  • 08:00 café da manhã
  • 09:00 invasão da Ucrânia
  • 12:00 almoço
  • 13:00 captura de Kiev
  • 18:00 concerto

V. Putin.

Isso é um meme, mas refletiu uma convicção de que os ucranianos não lutariam.


Essa convicção foi compartilhada por todos os tipos de colaboradores russos em todo o Ocidente. A Ucrânia é um país falso, é uma província russa, é claro que seu povo vai parar de fingir e apenas se ajoelhar no momento em que as primeiras tropas russas entrarem em seu país.

"A OTAN está enganada se eles pensam que uma ofensiva russa seria respondida com resistência pela Ucrânia. A maioria dos soldados ucranianos irá abaixar suas armas e se unir aos russos antes de atirar em um irmão. O ocidente jamais entenderá a ligação cultura entre russos e ucranianos."

Putin compartilhou essa crença. É por isso que ele enviou os paraquedistas. Esses caras "lendários" da VDV não são soldados, são policiais de choque glorificados. Valentões, promovidos e apoiados pelo Estado. Toda a sua estratégia é parecerem assustadores e violentos para que as pessoas parem de resistir.


Rússia: Ativista gay é atacado por paraquedistas no seu feriado nacional, o Dia das Forças Aerotransportadas


Surpreendentemente para eles, os ucranianos de fato abriram fogo. Isto foi o que restou das tropas aerotransportadas russas que desembarcaram no aeroporto de Hostomel, perto de Kiev. Todo o plano deles era que os ucranianos fugiriam ou se renderiam. Mas eles lutaram de volta.

E depois que eles reagiram, os russos tiveram que começar a se mobilizar. Aqui você vê um soldado ucraniano com uma camiseta do СОБР (SOBR) tirada de um invasor russo. Muitas vezes é mal interpretada como uma camisa de algum soldado "spetsnaz de elite". Besteira. Os СОБР não são soldados, são policiais.


Os СОБР são a parte da guarda nacional russa destinada a "combater o crime organizado" (e reprimir protestos, é claro). São policiais guerreiros destinados a lutar com adversários desarmados ou mal armados e desorganizados. Eles não deveriam lutar em uma guerra real contra um exército regular.


E por que a Rússia estaria enviando policiais para a Ucrânia? Bem, ela está ficando sem gente. O primeiro escalão da invasão não tinha ideia para onde estava indo e por quê. Muitos pensaram que os ucranianos simplesmente se renderiam e teriam boas férias no exterior. Eles imaginavam a guerra assim:

"Os russos chegaram!
#SimVitória"

Mas uma vez que eles perceberam que haveria resistência e que a guerra se pareceria com isso [soldados e veículos carbonizados], seu entusiasmo começou a diminuir. O que significa que será muito mais difícil encontrar novos voluntários para lutar na Ucrânia. Mas você precisa deles. O que você vai fazer?

Bem, a propaganda russa dá uma resposta. Eles estão gravando vídeos com explicações de que não vão lançar mobilização e convocar pessoas à força. Eles dão muitos argumentos porque eles não precisam disso. O que significa que eles absolutamente vão. Eles já estão se preparando.

Essa é uma ordem de um diretor de escola profissionalizante para adolescentes em Moscou. Ela coleta informações sobre todos os estudantes do sexo masculino, incluindo seu endereço residencial e o nome do comissariado militar (estação de recrutamento) em que estão registrados. Se eles não estiverem registrados para o serviço militar, explique a razão por trás disso.


A Rússia prepara uma mobilização em massa de adolescentes para enviá-los à Ucrânia. Há problemas no entanto. Primeiro, os adolescentes pretendiam evitar o recrutamento mesmo durante a paz. Segundo, não há tantos adolescentes na Rússia. O país está se despovoando rapidamente, especialmente seu coração étnico russo.

Demografia na Rússia.

Então, o que você vai fazer? Primeiro, mobilizar os asiáticos centrais. Muitos imigrantes adquiriram a cidadania russa legalmente ou por meio de esquemas obscuros. Agora as autoridades tentam persuadi-los/pressioná-los a se juntarem ao exército. Eles não conhecem muito a lei russa e podem até não entender seus direitos.


A maioria dos imigrantes da Ásia Central não possui cidadania russa e isso cria um problema legal. Tecnicamente, eles não podem servir no Exército Russo. Então eles estão enganando-os para se juntarem aos exércitos das Repúblicas Populares de Donetsk e Luhansk através da oferta de passaporte russo.

Bandeira da República Popular de Luhansk diante duma estátua de Lênin.

Mas a Rússia tem reservas demográficas. Considere um discurso recente de Putin.

"Sou russo, só tenho Ivans e Marias na minha família. Mas quando ouço falar de heroísmo nesta guerra, quero dizer: sou daguestanês, sou checheno, sou inguche, tártaro, judeu, mordva."

Putin de repente virando lacrador?


Nope. Se você olhar para o mapa demográfico da Rússia, faz todo o sentido. Ele diz 1) Eu sou daguestanês 2) Eu sou checheno 3) Eu sou inguche. Olhe onde eles estão localizados - eu circulei. Esta é uma região com alta fertilidade natural e, portanto, abundância de homens jovens para enviar à guerra.

Crescimento populacional na Rússia,
1999-2000.

Putin mostra um pensamento verdadeiramente empreendedor, mentalidade de startup. Se ele puder encontrar recursos demográficos no Cáucaso, ele os atrairá, tramará, persuadirá a lutar suas guerras e usará qualquer propaganda necessária. Mesmo que vá contra suas reais convicções - o etno-nacionalismo russo.

Parada militar da Brigada Kadyrov.
A bandeira portada é a da República da Chechênia.

A Chechênia tem um lugar especial na ordem de Putin. É um reino vassalo com exército independente. Você vê como as tropas de Kadyrov têm que fazer um juramento pessoal de fidelidade a Kadyrov. No papel, eles poderiam ser alistados no "exército russo", "polícia" etc. Besteira. Esse é o exército pessoal de Kadyrov.


Quando a derrota chechena em uma guerra contra a Rússia ficou clara, muitos ex-rebeldes mudaram para o lado do Putin. Incluindo Kadyrov. Kadyrov rapidamente fez carreira, pacificando a Chechênia e submetendo-a à vontade de Putin por todos os meios necessários.

Cidade chechena destruída.

Kadyrov e seus capangas, como Patriot (à esquerda), lançaram um reinado de terror. Muitos foram mortos por desobediência. Muitos foram mortos aleatoriamente. Patriot viria a uma vila, escolheria caras aleatórios e atiraria neles como terroristas. Apenas para mostrar que ele pode e ganhar prêmios por sua Guerra ao Terror.

Patriot e Kadyrov.

E, no entanto, a verdadeira referência do regime de Kadyrov foi a garrafa. Eles capturaram um autor checheno do canal anti-Kadyrov do Telegram, forçaram-no a sentar em uma garrafa, gravaram e distribuíram nas mídias sociais. Quebrar tabus religiosos e tradicionais visava mostrar o poder de Kadyrov.


Mas era um ponto sem volta. Kadyrov fez muitos inimigos entre outros chechenos. E sua cultura os obriga a se vingar. Mesmo agora, Kadyrov toma muitas precauções. Seus vastos palácios com fossos e paredes são guardados como os de Putin - e ele nunca dorme fora deles.


Isso explica as relações especiais entre Putin e Kadyrov. Considere como ele fala com Kadyrov e com generais russos - Shoygu, etc. Ele não confia totalmente em seus generais, porque eles ainda podem ter uma saída. Kadyrov não podia. Ele está amarrado pelo sangue. Se Putin cair, ele morre lentamente.


A querida amizade entre Putin e Kadyrov já os tornou heróis na China. De fato, nesta guerra, a "opinião pública" chinesa (leia-se, propaganda estatal) inequivocamente tomou o lado russo. O Ocidente agora enfrenta uma aliança sino-russa de fato, você deveria estar delirando para ignorá-la.


A polícia chinesa já está abordando os ucranianos que vivem na China. A China não quer uma "desescalada". Quer escalada e vê a Ucrânia como uma potência inimiga, pertencente ao campo oposto.


Isso é totalmente compreensível. A China está agora lançando a sua enorme campanha belicista. Em 2021, eles produziram o filme chinês mais caro de todos os tempos, A Batalha do Lago Changjin, sobre a batalha da Guerra da Coréia contra os EUA.

A Batalha do Lago Changjin.

Se você assistir a filmes chineses recentes, como O Lobo Guerreiro, verá que a China está preparando sua opinião pública para a guerra com os Estados Unidos. A China pode não dizer isso aos EUA, mas eles estão absolutamente dizendo isso aos seus cidadãos. Você não pode se enganar quanto a isso.

Última luta do filme Lobo Guerreiro 2: O herói chinês enfrenta o vilão americano


Lobo Guerreiro 2.

E, claro, a Rússia estará reorientando sua economia para a China. Venderá seus recursos naturais para a China a preços de dumping (abaixo do preço de produção), comprará tecnologias chinesas a preços altos. Como a China é a única grande potência industrial que concordará em negociar com a Rússia, os chineses usarão totalmente sua vantagem.


Esta aliança não beneficiará a Rússia. Mas permitirá que a China compre recursos russos a preços de dumping. Também forçará os russos a usar tecnologias chinesas e ingressar nos ecossistemas chineses. Como os principais bancos russos já estão mudando para o Union Pay do Visa e Mastercard.


Como resultado, a posição da China no confronto com os EUA, que é inevitável, será muito, muito mais forte. Desde que o regime russo ainda exista. O problema com a integração sino-russa não é que seja impossível, mas que leva tempo. Há muitas coisas neste mundo que levam tempo, não importa o quão urgente você precise delas. Você não pode ter um bebê em um mês, mesmo que engravide nove mulheres. Ainda demora 9 meses. O mesmo ocorre com a integração econômica.

Agora, a maior parte da indústria russa usa máquinas ocidentais, tecnologias ocidentais, produtos de TI ocidentais. Está integrada aos ecossistemas e cadeias produtivas ocidentais. Poderia ela potencialmente se integrar aos chineses? Provavelmente sim. Mas leva tempo, muito tempo. A Rússia tem tempo? A Rússia não está indo bem. Primeiro, seu plano inicial de guerra falhou. Idiotas que publicam mapas impressionantes do avanço russo e afirmam que a Rússia está vencendo esquecem que as guerras não são lançadas para objetivos militares. Elas são lançadas para objetivos políticos. Quais eram os objetivos políticos de Putin? Bem, isso está claro. Derrubada do poder ucraniano existente e tomada do poder político. As forças invasoras russas incluíam toneladas de "politruks" que tiveram que assumir o poder e se tornar a nova administração que preparava a Ucrânia para a iminente anexação à Mãe Pátria.

Esses politruks podem ser russos ou funcionários do governo de Yanukovich, que deixaram a Ucrânia após a derrubada do presidente pró-russo em 2014. Alguns deles eram do governo pró-russo do Donbass. Outros - simplesmente nacionalistas russos. Vamos considerar um deles, Dimitriev. Igor Dimitriev é de Odessa, Ucrânia. Em 2014, os nacionalistas russos tentaram lançar a tomada política sobre grande parte do leste e sul da Ucrânia. No Donbass eles conseguiram por causa da invasão russa. Em Kharkiv, Odessa etc eles foram massacrados ou obrigados a sair. Dimitriev partiu para a Rússia.

Igor Dimitriev.

Na Rússia, ele cooperou com inteligência e segurança estatais, supostamente trabalhando na Síria e em outros teatros. Mas ele estava se preparando para retornar à Ucrânia triunfante, se vingar e assumir o poder. Ele esperou por 8 anos, constantemente escrevendo sobre isso em seu canal Telegram. Em 2022, ele teve uma chance. Ele veio com um vitorioso, como ele pensava, Exército Russo e acreditava sinceramente que os habitantes locais os saudariam como libertadores. Em vez disso, os ucranianos abriram fogo e recusaram qualquer cooperação com os invasores russos. Ele ficou chocado. Outros politruks também ficaram chocados. Apenas duas semanas se passaram desde a invasão russa, e todos esses politruks já voltaram para a Rússia. Por quê? Porque o plano falhou. Ninguém os saudava como libertadores, ninguém os ouvia, os ucranianos os viam como traidores. A suposição da russianidade ucraniana estava errada.

Esse cara é especialmente engraçado, porque ele renomeou seu canal Telegram e agora está limpando-o diligentemente de qualquer conteúdo incriminador. Isso é compreensível, sua situação é especialmente ruim, porque ele é uma pessoa pública. Mas todos esses colaboradores estão agora em choque e descrença. Grande parte da administração russa também está em choque. Os mesmos funcionários que há apenas uma semana alegaram (em conversa privada) que Kiev seria tomada em um ou dois dias, agora buscam silenciosamente a saída. É muito importante entender. Putin não tem uma saída, mas autoridades de médio escalão podem ter.

Eles estão tão perdidos não apenas porque a suposição de que os ucranianos simplesmente abraçariam a Rússia estava errada. Eles estão perdidos porque não esperavam um regime de sanções tão forte e agora a economia russa está enfrentando um colapso iminente.

A Rússia tem produção industrial, mas não tem cadeias tecnológicas independentes. Eles estão intimamente integrados com os mercados ocidentais. As fábricas trabalham em máquinas ocidentais com tecnologias ocidentais, usando TI ocidental, etc. Você não pode simplesmente mudar para a China da noite para o dia.

Os primeiros sinais de colapso já são visíveis. A Avtovaz, a maior fábrica de automóveis russa em Tolyatti, interrompeu a produção por "falta de detalhes eletrônicos". Uma fábrica petroquímica em Nizhnekamsk está em greve porque a hiperinflação destruiu os salários. E a inflação só vai subir.

Sejamos honestos, todos os russos um pouco inteligentes entendem o que virá a seguir. É por isso que a Rússia enfrenta agora a maior fuga de cérebros da era Putin. No geral, quem pode sair, sai. Tbilisi, Yerevan, Baku já estão inundadas por refugiados russos, a Ásia Central também está sendo inundada. Nas redes sociais, eles já perceberam a ironia: os russos agora estão pesquisando no Google as leis de imigração do Cazaquistão, a vida no Quirguistão, como se mudar para o Uzbequistão. Isso soa como o mundo invertido. Um mês atrás, os asiáticos centrais queriam se mudar para a Rússia, agora é o contrário.


No Kremlin eles sabem disso. É por isso que apenas quatro dias atrás Putin diminuiu os impostos sobre TI e, o mais importante, os liberou do alistamento. Putin sabe do que eles têm medo. Mas honestamente isso não vai ajudar. A Rússia enfrenta agora enormes perdas de capital humano, seus melhores engenheiros.


Eu mesmo sei. Muitos do meu círculo social acabaram de se mudar para o Uzbequistão. Por que para o Uzbequistão? Porque esse era o único destino onde você podia voar barato. Veja os preços dos vôos Moscou-Tbilisi. Mais de 1.000 dólares, enquanto normalmente custava 100. Isso é um êxodo.


Meu próximo tópico será sobre a economia russa com foco específico em sua dependência tecnológica e na política de sanções mais eficiente. Por enquanto quero resumir:
  • A Rússia está se tornando totalmente nazista.
  • O regime deve estar quebrado. Se não estiver quebrado, a China terá seu melhor e mais devotado aliado.
  • O regime absolutamente pode ser quebrado, e sanções bem projetadas contribuirão muito para isso. Eles já estão fazendo seu trabalho - fábricas estão parando a produção, trabalhadores deixando seus empregos por causa da inflação. A Rússia já enfrenta um ponto de falha.
  • Muitos oficiais de médio escalão estão muito chocados, com muito medo, muito desapontados (esperavam uma vitória rápida) e procurando desesperadamente pela saída. É aí que o foco tem que ser feito em vez de uma saída para Putin. Muitos deles estão procurando ativamente uma maneira de cooperar.
  • Outro foco deve ser colocado na realocação de emigrantes russos, especialmente emigrantes qualificados em alguns países mais distantes da fronteira russa e que não correm o risco de uma possível invasão. A escassez de engenheiros já é visível, dê uma saída e uma fuga de cérebros disparará como um foguete.
O regime já cruzou o ponto sem retorno. Um retorno ao status quo não é possível nem desejável. Na verdade, a desescalada poderia potencialmente levar à sua evolução, a algo muito mais eficiente e ameaçador. A ameaça existencial desencadeia a evolução institucional.

No entanto, a evolução, seja o aumento da eficiência institucional ou a integração econômica com a China, só pode ser gradual. Requer tempo. Não lhes dê tempo. Aumente a pressão por meio de sanções, fuga de cérebros e negociações com funcionários de nível médio para quebrá-los rapidamente. Fim do tópico.🧵

2 comentários:

  1. É bom o Putinha fazer acordo com WiniPoo
    WinniPoo age assim:'xinezes não vendem, só complam',não ajudam ninguém, são comerciantes!

    ResponderExcluir
  2. A melhor análise dos fatos. Absolutamente abrangente.

    ResponderExcluir