segunda-feira, 8 de março de 2021

FOTO: Operador especial usando shemagh no Afeganistão

Operador francês do GCP usando um shemagh, além de uma boina tradicional afegã (pakol/pakul), no Afeganistão.
(Louis-Frédéric Dunal)

Por Filipe do A. Monteiro, Warfare Blog, 8 de março de 2021.

O lenço tradicional do Oriente Médio, conhecido no Ocidente como "Shemagh", tornou-se um símbolo de status e combatividade por causa da guerra ao terror no Afeganistão, sendo usado inicialmente por operadores especiais e depois como peça de vestuário nas demais unidades - incluindo até mesmo forças paramilitares.

Operador italiano do 9º Regimento de Assalto Paraquedista "Col Moschin" usando shemagh no Afeganistão.

Das operações às representações.
Da moda ao vestuário.

O lenço tem muitos nomes, o mais comum Keffiyeh, além de variações regionais e nacionais como Shall, Musar e Dastmaal Yazdi. O lenço tornou-se uma peça de moda, usada por militares e civis, modelos e entusiastas de atividades "táticas" como jogadores de airsoft e atiradores de estande; aparecendo em todos os tipos de mídia como filmes, séries, jogos eletrônicos, passarelas de desfiles de moda e campanhas publicitárias (civis e militares).

Vídeo recomendado:


Bibliografia recomendada:

Special Operations Forces in Afghanistan.
Leigh Neville e Ramiro Bujeiro.

Special Operations Forces in Iraq.
Leigh Neville e Richard Hook.

Leitura recomendada:

Nenhum comentário:

Postar um comentário