quarta-feira, 28 de outubro de 2020

FOTO: A bandeira da Revolta Árabe

 

Soldados do Exército Xarifiano (Exército Árabe) durante a Revolta Árabe de 1916-1918, carregando a bandeira da revolta, ao norte de Yanbu, Reino de Hejaz.

Esta foto foi tirada no Hejaz, atual Arábia Saudita. Os homens fotografados são leais à família Hachemita que reinou brevemente sobre a Síria e Iraque, e permanece no poder na Jordânia até hoje.

O Exército Xarifiano, também conhecido como Exército Árabe (árabe: الجيش العربي, Aljaysh Alearabiu) ou Exército Hejazi foi a força militar por trás da Revolta Árabe, que fez parte do teatro do Oriente Médio na Primeira Guerra Mundial.


O Xarife Husayn ibn 'Ali do Reino do Hejaz, que foi proclamado "Sultão dos Árabes" em 1916, liderou o Exército Xarifiano em uma rebelião contra o Império Otomano com o objetivo final de unir o povo árabe sob um governo independente. Auxiliado tanto financeira quanto militarmente pelos aliados britânicos e franceses, as forças de Husayn moveram-se gradualmente para o norte através do Hejaz e lutaram ao lado da Força Expedicionária Egípcia controlada pelos britânicos, eventualmente tomando Damasco.

Uma vez na capital síria, membros do Exército Xarifiano estabeleceram uma monarquia de curta duração liderada por Faisal, filho do Xarife Husayn. Este Reino Árabe da Síria (Grande Síria) terminou com a derrota na Guerra Franco-Síria de 1920, com o rei Faisal sendo expulso para o Iraque e depois a atual Jordânia.

Bibliografia recomendada:




Leitura recomendada:





GALERIA: Os fuzis AK-74M da Síria, 29 de agosto de 2020.

FOTO: Entre dois leões na Síria, 4 de setembro de 2020.

Nenhum comentário:

Postar um comentário