terça-feira, 22 de junho de 2021

A adoção do tanque T-72A "Dolly Parton" do Exército Soviético


Por Filipe do A. Monteiro, Warfare Blog, 22 de junho de 2021.

No dia de hoje, em 22 de junho de 1979, por ordem nº 9103 do Ministro da Defesa da URSS, o tanque T-72A foi adotado pelo Exército Soviético. O tanque T-72A era um tanque T-72 com uma arma melhorada, motor e um telêmetro a laser, além de blindagem composta no chassis e na parte superior da torre apelidada pelos americanos de Dolly Parton.

Um total de 5.264 tanques T-72A foram entregues ao Exército Vermelho Soviético.


Vista superior do T-72A. Este modelo ostenta uma blindagem composta "Dolly Parton" espessa na frente da torre.

O T-72A apresentava uma nova torre com blindagem frontal mais espessa, quase vertical. Devido à sua aparência, a blindagem foi apelidada não-oficialmente de "Dolly Parton" pelo Exército dos EUA. Essa blindagem usou o novo enchimento de torre de haste de cerâmica, incorporou blindagem laminada aprimorada no glacis e montou novas saias laterais anti-carga oca. O apelido deriva da cantora country Dolly Party ser famosa pelos seios grandes.

Dolly Parton vestida de coelhinha da Playboy na capa de outubro de 1978.

O T-72 é uma família de tanques de batalha soviéticos/russos que entrou em produção pela primeira vez em 1971. Cerca de 20.000 tanques T-72 foram construídos, e reformas permitiram que muitos permanecessem em serviço por décadas. A versão T-72A introduzida em 1979 é considerada um tanque de guerra principal de segunda geração. Foi amplamente exportado e prestado serviço em 40 países e em vários conflitos. A versão T-72B3 introduzida em 2010 é considerada um tanque de batalha principal de terceira geração.

O desenvolvimento do T-72 foi um resultado direto da introdução do tanque T-64. O T-64 (Objeto 432) era um projeto muito ambicioso para construir um tanque bem blindado competitivo com um peso não superior a 36 toneladas.

A Federação Russa tem mais de 5.000 tanques T-72 em uso, incluindo cerca de 2.000 em serviço ativo e 3.000 em reserva. O T-72 foi usado pelo Exército Russo em combate durante a Primeira e Segunda Guerras da Chechênia, e pelos dois lados na Guerra Russo-Georgiana de 2008. Na recente guerra entra a Armênia e o Azerbaijão, ambos os lados também usaram o T-72, que ficaram infames por serem destruídos por ataques de drones.

A Suécia comprou alguns T-72 que foram do National Volksarmee (NVA) da Alemanha então recentemente unificada. O T-72 também é o tanque padrão no Biatlo de Tanques dos Jogos do Exército da Rússia, e atualmente a Rússia está padronizando seus aliados com os padrões T-72B. Entre os novos operadores do T-72 estão o Laos e a Sérvia. As forças pró-russas na Ucrânia também operam o T-72, apesar das sanções, e o Exército Indiano usou carros T-72 no seu stand-off com os chineses no ano passado.

A equipe do Exército da Nicarágua com um T-72 nos Jogos Internacionais do Exército Russo de 2015, na base de Alabino, nas cercanias de Moscou.

Na América Latina, o T-72 foi suprido para a Nicarágua de Ortega e a Venezuela de Chavez e agora Maduro, bases estratégicas da Rússia no continente.

A Venezuela recebeu 92 T-72B1 da Rússia entre 2009-2012. Houve uma proposta em 2012 de mais uma centena, mas não foi pra frente. Esses T-72 (ou T-72V de Venezuela) costumam participar de desfiles públicos que recebem pesada cobertura midiática, de forma a demonstrar o poder do regime socialista bolivariano.

Tanques T-72B1V do Exército da Venezuela durante desfile em homenagem à morte do ex-presidente Hugo Chávez, março de 2014.

Bibliografia recomendada:

T-72 Main Battle Tank 1974-93,
Steven J. Zaloga.

TANKS:
100 Years of Evolution,
Richard Ogorkiewicz.

Leitura recomendada:

PERFIL: Veterana da USAF estampa a capa da Playboy em três países, 28 de setembro de 2020.

GALERIA: O T-72 polonês em direção à Lituânia, 8 de novembro de 2020.

Carros de combate principais T-72B1MS no Laos, 22 de setembro de 2020.

Equipe nº 1 vietnamita no segundo lugar do Grupo 2 no Biatlo de Tanques na Rússia28 de novembro de 2020.

Águia Branca: Novas entregas do T-72B1MS "Águia Branca" na Sérvia, 28 de maio de 2021.


FOTO: T-72 venezuelano, 10 de fevereiro de 2020.

FOTO: T-72 georgiano decapitado, 23 de setembro de 2020.


FOTO: T-72 armênio destruído, 18 de dezembro de 2020.

Nenhum comentário:

Postar um comentário