terça-feira, 9 de junho de 2020

ENTREVISTA: 8 coisas a saber sobre a maior base de treinamento do exército da China

Soldados do PLA se preparam para montar uma lagarta de tanque na base de treinamento de Zhurihe, na Mongólia Interior. (SCMP Pictures)

Por Viola Zhou, South China Morning Post, 24 de julho de 2017.
Tradução Filipe do A. Monteiro, 9 de junho de 2020.

A base de Zhurihe na Mongólia Interior oferece condições realistas de batalha em uma variedade de terrenos.

Por quase 60 anos, a China realiza exercícios em seu maior campo de treinamento militar, a Base de Treinamento de Táticas Combinadas Zhurihe, para preparar as tropas chinesas para o futuro.



Durante a visita do presidente Xi Jinping à base de treinamento militar em uma parte remota do norte da China, 400km a noroeste de Pequim, para marcar o 90º aniversário da fundação do Exército Popular de Libertação, ele deve assistir a jogos de guerra que mostrarão a capacidade da China de vencer em guerras.

Aqui está o que sabemos sobre Zhurihe e os jogos de guerra que estão acontecendo lá.

O que é Zhurihe e quais instalações possui?

A base de Zhurihe é um enorme centro de treinamento militar localizado nas profundezas da Região Autônoma da Mongólia Interior.

A maior e mais avançada base de treinamento do PLA, foi criada para fornecer condições realistas de batalha aos soldados chineses para aprimorar suas habilidades de combate.

A base de treinamento abrange uma área de 1.066km², quase a mesma área de Hong Kong, e possui hospitais e instalações de logística do exército.

Tropas do PLA lançam um assalto a uma réplica do Edifício Presidencial de Taiwan na base de treinamento de Zhurihe, na Mongólia Interior. (SCMP Pictures)

Em Zhurihe, as tropas do PLA têm batalhas simuladas em prados, colinas e desertos. Os clipes transmitidos pela Televisão Central da China, controlada pelo estado, mostraram soldados lutando perto de um prédio que se assemelhava ao Edifício Presidencial de Taiwan, sugerindo que Taipei é um alvo provável do treinamento de combate urbano do PLA.

Que tipo de exercícios ocorrem em Zhurihe?

Zhurihe realiza exercícios de combate realistas há cerca de 10 anos*. Tais exercícios, tipicamente envolvendo batalhas entre unidades vermelhas e azuis, são projetados para acostumar os soldados a combaterem inimigos mais habilidosos e mais bem equipados.

*Nota do Tradutor: O porta-voz apenas repete a propaganda do partido. Os exercícios chineses sempre foram coreografados, com os soldados lutando muito apinhados próximos uns aos outros e com a Equipe Vermelha, representando o PLA, vencendo.

Além das tropas de combate, os médicos do PLA também passam por treinamento em Zhurihe, trabalhando em cirurgia no campo de batalha e procedimentos de evacuação médica.

Em 2014, Zhurihe também organizou um treinamento antiterrorista de seis dias, com forças da Rússia, Quirguistão, Cazaquistão e Tajiquistão se unindo ao pessoal do PLA.

Quem são os exércitos vermelho e azul?

Muitos países têm as chamadas forças opostas (opposing forces, OPFOR) dedicadas a interpretar unidades inimigas em treinamento militar. No Ocidente, a força adversária é geralmente chamada de exército vermelho, mas essa cor, altamente simbólica para os estados comunistas, representa o lado do PLA na China.


1ª Brigada OPFOR da China, "Lobos da Planície".

A força azul da China, a 195ª Brigada de Infantaria Mecanizada, foi criada oficialmente em Zhurihe em 2014. Em uma série de exercícios de batalha chamados Stride (Passo Largo), tropas do PLA de diferentes regiões são organizadas em unidades vermelhas para combater as unidades azuis.

A força azul adotou um sistema de comando e táticas semelhantes às das forças da OTAN.

O Coronel Xia Minglong, seu primeiro comandante, disse que seu trabalho era "estudar os inimigos e agir como eles".

Como as forças vermelha e azul lutam entre si?


Soldados com sistema laser de combate simulado.

Durante os jogos de guerra, os soldados têm receptores de laser espalhados por todo o corpo, que detectam quando são "atingidos" pelo fogo inimigo.

A base de Zhurihe permite que o exército pratique em diferentes tipos de terreno e os exercícios também incluem simulações de guerra nuclear, química e biológica, bem como combate urbano.

As táticas usadas pelos exércitos vermelho e azul podem ser criativas. Durante uma simulação de batalha em 2014, algumas tropas azuis vestidas como oficiais do governo local vieram oferecer repolhos e batatas à unidade vermelha.

Depois de serem convidados para dentro do edifício de comando da força vermelha, os soldados azuis "sequestraram" o comandante do inimigo.

Quais armas são usadas nos exercícios?

Nas batalhas simuladas, os dois lados podem usar armas comuns, como tanques, veículos blindados e artilharia. Eles também possuem equipamentos para guerra eletrônica e vigilância aérea.



Para imitar melhor o exército americano, a força azul recebeu armas e artilharia aprimoradas, incluindo o avançado tanque de batalha ZTZ-96A, a artilharia autopropulsada Tipo 07 e um sistema de alerta precoce.

Qual força venceu a maioria das batalhas?

As forças vermelhas levaram uma surra durante os exercícios Stride nos últimos três anos.


No exercício de 2014, as unidades vermelhas venceram apenas uma das sete batalhas e, em 2015, perderam todas as batalhas para a força azul.


Tanques e caminhões do PLA na base de treinamento de Zhurihe, na Mongólia Interior. (SCMP Pictures)

A mídia estatal disse que a força vermelha enfrentou maiores dificuldades, pois deveria "invadir" o território ocupado pela força azul, que também possuía mais armas de alta tecnologia.

Os diretores de exercício às vezes dão ao exército vermelho desafios extras, como interferência eletromagnética e ataques químicos simulados.

Alguém morreu durante os exercícios?

O PLA não publica registros de fatalidades em Zhurihe, mas pelo menos dois soldados morreram em serviço nos últimos três anos.

Como Zhurihe se compara ao Centro de Treinamento Nacional de Fort Irwin dos EUA?

A mídia chinesa classificou Zhurihe de "Fort Irwin da China", mas o centro de treinamento dos EUA, no deserto da Califórnia, é muito maior.

O Centro Nacional de Treinamento de Fort Irwin foi criado em 1979 e cobre uma área de 2.600km². A força inimiga lá, o 11º Regimento de Cavalaria Blindada, imita o Exército Russo.

Os soldados americanos também treinam em Fort Irwin antes do desdobramento no exterior e apresentam várias imitações de aldeias afegãs e iraquianas, com hotéis simulados, mesquitas e áreas residenciais.

Este artigo apareceu na edição impressa do South China Morning Post como: 'Força azul' inimiga é o terror do campo de treinamento do PLA.

Original: https://www.scmp.com/news/china/diplomacy-defence/article/2103593/8-things-know-about-chinas-biggest-army-training-base


Viola Zhou é uma produtora de multimídia na Inkstone. Antes disso, ela escreveu sobre política chinesa para o South China Morning Post. Ela também trabalhou na Reuters e cobriu os protestos democráticos de Hong Kong.

Bibliografia recomendada:





Leitura recomendada:

As Forças Armadas Americanizadas da China9 de junho de 2020.

FOTO: 195ª Brigada Pesada de Armas Combinadas do Exército de Libertação Popular Chinês23 de janeiro de 2020.

FOTO: Sniper do FORAD no CENZUB23 de janeiro de 2020.

GALERIA: Manobra blindada nas Montanhas Celestiais11 de abril de 2020.

As Forças Armadas chinesas têm uma fraqueza que não podem consertar: nenhuma experiência de combate26 de janeiro de 2020.

O exército chinês ainda está treinando com tanques muito antigos11 de abril de 2020.

A guerra no Estreito de Taiwan não é impensável2 de junho de 2020.

Nenhum comentário:

Postar um comentário