sexta-feira, 19 de junho de 2020

O Exército Francês recebeu os três primeiros mini-drones Thales SMDR de reconhecimento

Mini-drone Thales SMDR Spy'Ranger. (Ministère des Armées)

Do site Army Recognition, 16 de junho de 2020.
Tradução Filipe do A. Monteiro, 19 de junho de 2020.

“Nossa estratégia prevê o fortalecimento de funções-chave, como inteligência. Esses drones são uma de suas encarnações. Ágil, eficiente e fácil de usar, sua chegada às nossas forças armadas é uma excelente notícia e uma tradução adicional dos esforços para revigorar nossos exércitos no âmbito da Lei de Programação Militar. Feito na França pela Thales”, acolheu Florence Parly, ministra dos exércitos franceses na recepção do SMDR pela Direção Geral de Armamento (DGA).

Entregues ao Exército Francês, esses primeiros SMDRs fortalecerão significativamente seus recursos de detecção, reconhecimento e identificação o mais próximo possível da zona de contato. De acordo com a Lei de Planejamento Militar (Loi programmation militaireLPM) 2019-2025, 10 outros sistemas de mini-drones de reconhecimento devem ser entregues até o final de 2020.

Um militar francês da Operação Barkhane guardando um drone Reaper em Niamey, no Níger, em de 14 de março de 2016. (Pascal Guyot/ AFP)

Após as operações de verificação realizadas no site da Thales em Elancourt e no site da DGA Techniques, a DGA acaba de autorizar a entrega da Thales ao Exército Francês dos três primeiros mini-drones de reconhecimento designados SMDR (systèmes de mini-drones de reconnaissance/sistemas de mini-drones de reconhecimento). Com o objetivo de garantir missões de detecção, reconhecimento e identificação, eles são capacitados no sistema DRAC (drone de inteligência de contato) em serviço desde 2008. Entregue à Seção Técnica do Exército Francês (Section technique de l'Armée de terre, STAT) para ser testado pelo pessoal operacional, eles serão desdobráveis em operação até o final de 2020. Eles serão operados pelas seções de mini-drones das baterias de aquisição e vigilância dos regimentos de artilharia e pelo 61º Regimento de Artilharia (61e Régiment d'Artillerie61e RA). Duas vezes mais poderoso que seu antecessor, esse novo sistema de mini-drone permitirá ao Exército francês fortalecer sua capacidade de inteligência o mais próximo possível da zona de contato.

O SMDR consiste em três drones Spy'Ranger idênticos e uma estação terrestre. Equipado com uma bola optrônica de alta definição, trabalhando dia e noite, ele oferecerá maior desempenho de detecção, reconhecimento e identificação. Com uma envergadura de quase 4 metros e um peso de 15kg, o drone tem autonomia de cerca de 2:30h.



O sistema é desdobrado em 12 minutos por uma equipe de duas pessoas (instalação da plataforma de lançamento, montagem do drone, inicialização da estação terrestre e realização de testes antes da decolagem). Graças ao seu link de dados do estudo ELSA* a montante, o drone pode transmitir fluxos de vídeo de alta definição em tempo real, de maneira confiável e segura até 30km da estação terrestre.

*ELSA: Study and demonstration of a universal data link of autonomous air-land systems/ Estudo e demonstração de um link universal de dados de sistemas aéreos-terrestres autônomos.

O LPM 2019-2025 prevê a entrega de 10 outros sistemas de mini-drones de reconhecimento antes do final de 2020. O exército terá uma frota de 35 sistemas até 2021. Esses sistemas receberão suporte em termos de treinamento, logística e manutenção para 10 anos.

Bibliografia recomendada:



Leitura recomendada:

A França planeja curso autônomo sobre drones11 de janeiro de 2020.

Mais de 50 'terroristas' mortos em operações de comandos franceses no Mali10 de janeiro de 2020.

Sahel: Tendo sofrido perdas significativas contra a Barkhane, os jihadistas procuram adquirir drones28 de fevereiro de 2020.

Snipers chineses agora estão equipados com drones para melhor atingirem seus alvos16 de janeiro de 2020.

O Exército francês recebeu novos óculos de visão noturna O-NYX18 de fevereiro de 2020.

O Estilo de Guerra Francês12 de janeiro de 2020.

O que um romance de 1963 nos diz sobre o Exército Francês, Comando da Missão, e o romance da Guerra da Indochina12 de janeiro de 2020.

GALERIA: Grupamento de Comandos de Montanha no Mali14 de maio de 2020.

Nenhum comentário:

Postar um comentário