quarta-feira, 7 de outubro de 2020

GALERIA: Operação Mercure na Indochina

 

Explosão de uma mina em um caminho que separa duas plantações de arroz, durante a Operação "Mercúrio", abril de 1952.

Por Filipe do A. Monteiro, Warfare Blog, 7 de outubro de 2020.

Na Operação Mercure (Mercúrio, abril de 1952), o General Linarès decidiu adiar o esforço militar para o leste de Thaï Binh, onde o grosso da Divisão 320 Viet-Minh (Sư đoàn Đồng Bằng, Divisão Đồng Bằng - Divisão do Delta)  acabara de se reagrupar entre Giem Ho, o rio Vermelho e o mar, com a esperança da destruição completa da divisão Viet-Minh. Fotos de Bouvet Robert, Jahan Pierre e Varoqui Raymond para o ECPAD.

O "expurgo" no País Thai empurrou os Chu Luc (regulares) Viet-Minh, mas falhou em destruir a unidade. Ela se reagruparia e seria alvo de uma nova operação, Operação Muette (Gaivota) no ano seguinte, sendo novamente sangrada e o Delta do Rio Vermelho foi ocupado pelos franceses até novembro de 1953.

Legionários do 1er BEP (Batalhão Estrangeiro de Paraquedistas) apoiam o avanço dos seus camaradas utilizando uma metralhadora .30 para permitir a busca de um povoado durante a Operação Mercure.

Legionários do 1er BEP negociando o terreno lamacento na fronteira marítima do delta tonquinês.

Progresso de um soldado do 1er BEP, armado com uma MAT-49, na floresta e nos arrozais durante a operação.

Dois legionários do 1er BEP lutam para progredir na floresta.

Bibliografia recomendada:

Leitura recomendada:

GALERIA: Operação Brochet no Tonquim3 de outubro de 2020.

Nenhum comentário:

Postar um comentário