segunda-feira, 12 de outubro de 2020

GALERIA: A evacuação da população católica de Bui Chu

 

Em Haiphong, em frente ao navio "La Pertuisane", refugiados católicos de Bui Chu apresentam os objetos de culto levados durante seu êxodo para o sul, em outubro de 1954.

Por Filipe do A. Monteiro, Warfare Blog, 12 de outubro de 2020.

Após a queda do campo fortificado de Diên Biên Phu e a assinatura dos acordos de Genebra, que dividiram o Vietnã em dois estados de cada lado do paralelo 17, foi concedido um prazo de 300 dias para permitir às forças franco-vietnamitas evacuarem a zona norte antes do estabelecimento do regime Viêt-Minh, e garantindo às populações o livre movimento para o sul. Grande parte da população (budistas, católicos dos bispados de Phat Diem e Bui Chu, minorias Nung de Tien Yen e Moncay, grupos étnicos Thai, Man e Méo) escolheu o êxodo para o sul: mais de 360.000 vietnamitas juntaram-se às tropas francesas no corredor de evacuação entre Hanói e Haiphong entre 20 de julho e 16 de outubro de 1954.

Depois da operação “Auvergne” (30 de junho de 1954), que permitiu salvar 6.000 católicos vietnamitas de Phat Diem que partiram em jangadas de bambu na tentativa de se juntar à frota francesa em alto mar, o clero vietnamita organizou um plano para a evacuação de seus paroquianos com a ajuda da Marinha francesa.

A partir de 15 de outubro, o Lieutenant de Vaisseau (1º tenente) Pierre Guillaume, comandante do LSSL (Landing Ship Support Large/ Navio de Desembarque de Apoio Pesado) "La Pertuisane", começou a patrulhar ao longo da costa em direção a Bui Chu. Por todos os meios: juncos, jangadas de bambu, barcos, muitos dos quais afundariam no mar; os primeiros "boat people" ("povos dos barcos", uma tragédia humanitária que se repetiria de 1975 em diante) fogem de sua terra natal. Recolhidos pelo navio "La Pertuisane", eles serão evacuados para o sul via Haiphong.

A bordo do "La Pertuisane", refugiados católicos de Bui Chu cantam orações de agradecimento em nome do Tenente Pierre Guillaume e sua tripulação.

A bordo do "La Pertuisane", refugiados católicos de Bui Chu olham o porto de Haiphong.

A bordo do "La Pertuisane", refugiados católicos de Bui Chu, incluindo um padre e freiras vietnamitas.

Na noite de 21 a 22 de outubro de 1954, centenas de outros refugiados católicos embarcaram no "La Pertuisane"; os navios “Júlio Verne” e “Pimodan” também fariam parte das operações. A tripulação saltou na água para ajudar a embarcar homens, mulheres, crianças e idosos.

Uma vez a bordo, estes últimos expressaram sua gratidão entoando orações de agradecimento e presenteando rosários para o Tenente Guillaume e sua tripulação. Supostamente capaz de embarcar 100 pessoas, o "La Pertuisane" salvará 700 naquela noite e receberá uma mensagem de felicitações do Almirante Jean-Marie Querville, que virá pessoalmente para ajudar no desembarque dos refugiados em Haiphong e organizará uma rede de recepção.

O Tenente Guillaume (canto superior direito) dirige a manobra do navio "La Pertuisane", no qual muitos refugiados católicos de Bui Chu estão embarcados.

Em Haiphong, membros da tripulação do "La Pertuisane" ajudam os refugiados católicos de Bui Chu a desembarcar.

No cais do porto de Haiphong, refugiados católicos de Bui Chu carregam apenas itens de adoração e imagens religiosas como bagagem.

Este episódio marca o início de um êxodo massivo de populações de norte a sul. As operações de resgate terminaram em 16 de novembro de 1954; cerca de um milhão de refugiados foram resgatados e acolhidos.

O Vietnã sovietizado (Tonquim e partes de Anam) iniciou a coletivização forçada, matando cerca de 500 mil donos de terras na década de 1950, além de uma limpeza étnica contra os povos ditos "selvagens" com bases raciais e anti-religiosas. A newsreel da época mostra alguns refugiados desesperados para tomarem o último navio partindo para o sul.


Bibliografia recomendada:


Leitura recomendada:

GALERIA: Manobra dos comandos navais no Tonquim9 de outubro de 2020.

GALERIA: Blindados Anfíbios do 1er REC na Indochina2 de outubro de 2020.

GALERIA: Largagem paraquedista em Quang-Tri durante a Operação Camargue2 de outubro de 2020.

FOTO: Um M24 Chaffee no Tonquim9 de julho de 2020.

GALERIA: Comandos Navais na Baía de Ha Long8 de outubro de 2020.

GALERIA: Bawouans em combate no Laos28 de março de 2020.

GALERIA: Operação Chaumière em Tay Ninh com o 1er BPVN16 de junho de 2020.

GALERIA: Operação de limpeza com blindados em Tu Vu25 de abril de 2020.

O perigo de abandonar nossos parceiros5 de junho de 2020.

Nenhum comentário:

Postar um comentário