quarta-feira, 30 de dezembro de 2020

FOTO: Soldado soviético na Praça Vermelha

Soldado soviético durante uma parada militar na Praça Vermelha, 1940.

Por Filipe do A. Monteiro, Warfare Blog, 30 de dezembro de 2020.

Est soldado do "Exército Vermelho dos Operários e Camponeses" (Raboche-Krest'yanskaya Krasnaya Armiya, RKKA) usa as divisas de um "comandante de pelotão subalterno" (Mladshiy komvzvod), com três triângulos conforme o sistema de 3 de dezembro de 1935, com a palavra "comandante" um legado da Guerra Civil Russa. Este sistema de postos seria substituído em 12 de julho de 1940, com postos mais tradicionais. O posto de Mladshiy komvzvod seria mudado para "sargento-mor" (Starshiy serzhant), com 1 triângulo grande e 2 triângulos pequenos. O NKVD tinha seus próprios postos.

O soldado está usando um capacete de aço M15 Adrian, de fabricação francesa ou soviética, que seria usado em quantidade até ser suplantado pelos modelos soviéticos SSh 36 (Stal'noy shlem 1936/ Capacete de aço 1936), SSh 39 e SSh 40.

Snipers soviéticos com máscaras de gás e capacetes Adrian durante exercícios na década de 1930. O fuzil apresenta o retém da baioneta.

O soldado é parte de um destacamento sniper, como demonstrado pela sua luneta, e os fuzis do destacamento têm baionetas caladas conforme a tradição soviética para desfiles. Todos os fuzis soviéticos tinham reténs de baioneta, mesmo os fuzis de precisão, por conta da tradição de fé no poder de choque da baioneta.

Nas décadas de 1920 e 30, a União Soviética iniciou um massivo rearmamento e os snipers foram um ponto focal dessa evolução. O exército era deixado à míngua e subfinanciado em favor das forças de segurança internas, como o NKVD (e o OGPU, que foi passado para o NKVD em 1934), que investiu pesadamente em equipamentos e treinamento para atiradores de elite nesse período, com lunetas baseadas nos modelos Zeiss. À partir de 1926 os soviéticos produziram lunetas baseadas nos modelos Zeiss-Jena e Emil Busch. À partir de 1932 os soviéticos produziram a luneta PE, uma versão melhorada do modelo Busch, e com as experiências da Guerra Civil Espanhola foi criado o modelo PEM, a melhor luneta dos snipers soviéticos. De 1932 a 1938, cerca de 54 mil lunetas foram produzidas e entregues ao exército e NKVD, e o culto ao sniper - snayperskaya - foi amplamente promovido nas forças soviéticas - todos mantendo uma baioneta.

Bibliografia recomendada:

Out of Nowhere: A History of the Military Sniper.
Martin Pegler.

Leitura recomendada:

FOTO: Sniper com baioneta calada9 de dezembro de 2020.

FOTO: Sniper do FORAD no CENZUB23 de janeiro de 2020.

FOTO: Sniper separatista na Ucrânia16 de maio de 2020.

FOTO: Sniper vietnamita durante a Operação Brochet15 de outubro de 2020.

FOTO: Posto sniper na Chechênia15 de outubro de 2020.

GALERIA: Snipers no Forças Comando na República Dominicana, 3 de novembro de 2020.

Nenhum comentário:

Postar um comentário