segunda-feira, 14 de dezembro de 2020

Armas vietnamitas para a Argélia

Atores Alain Delon e Anthony Quinn armados de MAT-49 no filme Lost Command (1966), adaptação do livro Os Centuriões.

Por Ian McCollum, Forgotten Weapons, 18 de outubro de 2016.

Tradução Filipe do A. Monteiro, 14 de dezembro de 2020.

Fui apontado para este trecho interessante de um documento sobre um carregamento específico de armas para os rebeldes argelinos que lutavam contra a ocupação colonial francesa na década de 1950 - proveniente do Vietnã. Não posso dizer que teria pensado nos vietnamitas tentando fornecer exportação de ajuda militar na época! As armas em questão eram submetralhadoras francesas MAT-49, o que também é um detalhe interessante - armas francesas capturadas no Vietnã enviadas para complementar o mesmo tipo de armas francesas capturadas na Argélia, enquanto as forças militares francesas com seus próprios MAT-49 eram a oposição. Faz sentido, e certamente seria conveniente.

Soldado vietnamita em serviço francês trabalhando na sua submetralhadora MAT-49.

Transcrição do documento:

23 de junho de 1958

Implementando as instruções recebidas do Comitê Militar Geral do Partido [1] e do Ministério da Defesa, o Departamento de Material Bélico providenciou para que uma grande quantidade de submetralhadoras Tulle (armas capturadas por nossas forças durante a guerra de resistência contra os franceses) [2] fossem embaladas e empacotadas para que pudessem ser fornecidas ao povo argelino para ajudá-los em sua guerra de resistência contra os colonialistas franceses.

Este era um programa especial e ultrassecreto, então o Departamento de Material Bélico providenciou para que fosse executado de maneira muito cuidadosa e segura. Uma equipe técnica foi selecionada para realizar esta missão. Esta equipe era chefiada pelo camarada Nguyen Quang Thanh e incluía Phung Thanh Toan, Ha Vien, etc.

A preservação, padronização e embalagem das armas foram feitas no Armazém 560 em Bach Mai, após o qual as armas foram secretamente transportadas para um local de teste no Armazém Kha Lam em Kien An para serem mantidas lá para serem carregadas a bordo de um navio polonês que as transportaria para nossos amigos [argelinos] sob o pretexto de mercadorias comerciais.

Este plano foi executado sob a orientação e estreita supervisão do Secretariado do Partido, do Comitê Militar Geral do Partido e do Ministério da Defesa. Esta operação teve início a 23 de junho e foi concluída a 24 de julho de 1958, sendo mantida total segurança e sigilo durante a implementação do plano.

Digitalização do documento original em vietnamita.

Notas de Merle Pribbenow:

[1] O Comitê Militar Geral do Partido (Tong quan uy) era um comitê composto por um pequeno número de membros do Politburo do Partido Comunista que era responsável por supervisionar e dirigir as forças armadas vietnamitas. Este comitê foi chefiado pelo General Vo Nguyen Giap.

[2] A submetralhadora Tulle mencionada é a MAT-49, uma submetralhadora francesa de 9mm que foi usada pelo exército francês durante a guerra na Indochina. Os vietnamitas capturaram grandes quantidades dessas armas durante a guerra, especialmente na Batalha de Dien Bien Phu. O termo Tulle vem do nome do fabricante francês: Manufacture Nationale d'Armes de Tulle (MAT) [localizada na cidade de Tulle].


Vídeo recomendado:


Bibliografia recomendada:


Leitura recomendada:


Nenhum comentário:

Postar um comentário