domingo, 28 de fevereiro de 2021

GALERIA: Pacificadores suecos no Congo

Médicos suecos tratando um gendarme katanguês ferido, cercanias de Kamina, 30 de dezembro de 1962.

Por Filipe do A. Monteiro, Warfare Blog, 28 de fevereiro de 2021.

Os suecos contribuíram 9 batalhões para a ONUC durante a sua existência, de 1960 a 1964. Os batalhões suecos da ONUC foram:
  • VIII G
  • X K
  • XI G
  • XII K
  • XIV K
  • XVI K
  • XVIII K
  • XX K
  • XXII K
O primeiro batalhão sueco da ONU no Sinai em 1956 foi denominado Batalhão 1. Essa numeração continuou do Batalhão 1 ao Batalhão 9, que foi inicialmente implantado no Sinai e depois em Gaza. Após o Batalhão 9, a numeração foi alterada para incluir apenas números ímpares começando com 11 e com a letra G adicional para Gaza. O Batalhão 8 foi transferido de Gaza para o Congo e depois recebeu o nome de Batalhão VIII K (Kongo (Congo)). Assim, sete dos batalhões do Congo, 10 a 22, foram recrutados para servir na ONUC, enquanto os outros dois eram batalhões de Gaza transferidos para o Congo como reforços.

A ONUC teve um pico de 20 mil soldados durante a sua curta existência, passando de uma missão de "manutenção da paz" para uma missão de "imposição da paz". Por meio da Operação Grandslam, envolvendo 13 mil soldados da ONU, a ONUC lançou uma ofensiva de 28 de dezembro de 1962 a 15 de janeiro de 1963 contra a gendarmaria do Estado de Katanga, um estado separatista que se rebelou contra a República do Congo na África Central. As forças katangesas foram derrotadas de forma decisiva e Katanga foi reintegrada à força ao Congo.

O Major Sture Fagerström, informa seus líderes de pelotão antes do ataque a Kaminaville em Katanga, no Congo.

Posição de metralhadora sueca Ksp m/42.

Posição de metralhadora sueca Ksp m/42 coberta por um soldado com a submetralhadora Kulsprutepistol m/45 (Kpist m/45), também conhecida como Carl Gustaf M/45.

Soldados suecos interrogando um mercenário belga. O sueco à esquerda tem uma submetralhadora Kpist m/45. A legenda original da foto diz: "Tropas suecas detêm um franco-atirador katanguês branco que estava escondido em uma árvore".

Vídeo recomendado:


Bibliografia recomendada:

UN Forces 1948-94.

Leitura recomendada:


FOTO: Soldado norueguesa em Bamako26 de fevereiro de 2021.



Nenhum comentário:

Postar um comentário