domingo, 23 de agosto de 2020

FOTO: Conferência de selva com o Exército Americano no Panamá

O Tenente Carlos César Leal de Albuquerque, um representante brasileiro, inspeciona um lançador anti-carro M72A2 durante um exercício de fogo real na Conferência de Operações de Selva no Fort Sherman, no Panamá, em 10 de dezembro de 1982.

O soldado brasileiro tem o cobiçado emblema da onça. Na época, este brevê era emitido para os alunos do Curso de Operações na Selva e de Ações de Comandos (COSAC), atual CIGS.

O Fort Sherman operava o Centro de Treinamento de Operações na Selva (Jungle Operations Training Center, JOTC), que foi fundado em 1951 para treinar as forças norte-americanas e aliadas da América Latina em guerra na selva, com um recrutamento de cerca de 9.000 por ano. O JOTC também ministrou um Curso de Sobrevivência de Tripulação Aérea (Air Crew Survival Course) de 10 dias, aberto a todos os ramos de serviço, e um Curso de Engenharia de Guerra na Selva (Engineer Jungle Warfare Coursede quatro semanas. Após a conclusão do curso, o aluno recebia o brevê de Especialista de Selva (Jungle Expert Patch).

Antigo brevê de selva americano.
O atual contém apenas a palavra "Jungle".

Em 1999, o exército americano fechou a escola, acreditando que a expertise não era mais necessária; não foi até 2014 que o JOTC foi reaberto no Havaí e o brevê de selva foi revitalizado como um brevê autorizada para uso por soldados que concluem o curso e são atribuídos à área de responsabilidade do Exército dos EUA no Pacífico (U.S. Army Pacific Command, USARPAC). Este novo brevê contém apenas a palavra "Jungle" e foi aprovado apenas em maio de 2020.

Bibliografia recomendada:


Leitura recomendada:

Alguns soldados estão agora autorizados a usar o novo brevê de selva do Exército Americano23 de maio de 2020.

Um soldado americano se forma na selva brasileira, 30 de setembro de 2018.

Retorno à Selva: Um renascimento da guerra em terreno fechado17 de julho de 2019.

Bem vindo à selva11 de julho de 2020.

DOCUMENTÁRIO: Guerreiros Da Selva, CIGS (13 episódios)5 de agosto de 2020.

Membros do 3º Batalhão, Royal 22e Régiment se preparam para a guerra na selva30 de setembro de 2019.

Chineses buscam assistência brasileira com treinamento na selva9 de julho de 2020.

Relatório Pós-Ação de participação na Escola de Comando e Estado-Maior do Exército Brasileiro, 5 de janeiro de 2020.

Um comentário:

  1. Meu avô esteve em fort Sherman em 59. Nosso CIGS tem como base o relatorio trazido por ele neste ano e pedido pelo então CMT da 8° RM Gal Humberto de Alencar Castelo Branco.

    ResponderExcluir