domingo, 30 de agosto de 2020

GALERIA: Ativação do Comando de Operações Especiais venezuelano

 

Comandos da 99ª Brigada de Operações Especiais do Exército da Venezuela.

Por Filipe do A. Monteiro, Warfare Blog, 30 de agosto de 2020.

No dia 17 de agosto de 2017, o "General en Jefe" (G/J) Vladimir Padrino López ativou o Comando Geral de Operações Especiais "General em Chefe Félix Antonio Velásquez" como parte da Operación Soberanía Bolivariana 2017; uma operação de defesa contra "a agressão imperialista" dos Estados Unidos. A unidade militar está localizada no setor La Placera de Maracay, em Aragua.

O G/J Padrino López avisou que “desde o império falam de um Estado falido; primeiro falavam de democracia, já mostraram esse conceito, que faz parte de toda a cadeia de ações que vem se armando com a edição do decreto de 2015, onde declararam o país como uma ameaça incomum para os Estados Unidos”.

O General Padrino López também possui os pomposos títulos de Vice-Presidente Setorial de Soberania Política, Segurança e Paz, e de Ministro do Poder Popular para a Defesa (ministro da defesa).

Durante sua intervenção, o General Padrino López afirmou que “a Venezuela é um assunto de interesse nacional. Recusamo-nos terminantemente a entregar o país a qualquer império". Ele também explicou que a formação de forças de ação especial, tropas de ação rápida e forças especiais é um dos conceitos mais revolucionários no campo da defesa venezuelana.


O general-ministro ainda assegurou que a Revolução Bolivariana é formada pelo povo venezuelano e que “sem vocês não somos nada, daí a importância da união cívico-militar para a defesa de nossa Pátria”.

Comando de Operaciones Especiales "General en Jefe Félix Antonio Velásquez" está incorporado ao Comando Estratégico Operacional da Fuerza Armada Nacional Bolivariana (FANB), sob o comando do Almirante-em-Chefe Remigio Ceballos Ichaso, dos fuzileiros navais.

Boinas pretas com o distintivo das forças especiais do exército.

O Comando leva o nome do Major-General Félix Antonio Velásquez, que foi um comandante da Milícia Nacional Bolivariana durante o governo do ditador Hugo Chavez; sendo também comandante da Casa Militar, em 2003, e do Comando da Guarda de Honra Presidencial. Ele foi assassinado em 2016 e promovido postumamente a General-em-Chefe.

Durante a cerimônia foi também ativada a 99ª Brigada de Fuerzas Especiales, que agrupa os batalhões desta especialidade do componente terrestre da FANBO seu primeiro comandante foi o General-de-Brigada Pablo José Bravo Parra. A brigada está sob o controle direto do Exército, mas é operacionalmente desdobrada com as Divisões do Exército.

Boinas vermelhas-bordô da Guarda Nacional Bolivariana (GNB).

Ordem de batalha da 99ª Brigada:

- QG da Brigada

- 107º Batalhão de Operações Especiais "General en Jefe Jose Gregorio Monagas";

- 509º Batalhão de Operações Especiais (Selva) "Colonel Domingo Montes";

- 993º Batalhão de Operações Especiais;

- Companhia de Comando e Serviço.

A bandeira do novo Comando sendo entregue a um fuzileiro naval.

Bibliografia recomendada:

World Special Forces Insignia.
Gordon L. Rottman.

Leitura recomendada:

Poderia haver uma reinicialização da Guerra Fria na América Latina?, 4 de janeiro de 2020.

Um olhar mais profundo sobre a interferência militar dos EUA na Venezuela, 4 de abril de 2020.

Quando a China se instala na América Latina, 30 de agosto de 2020.

Os Mercenários e o Ditador: Ex-Boinas Verdes americanos são condenados por golpe fracassado quixotesco na Venezuela, 9 de agosto de 2020.

GALERIA: Graduação na ANASOC, 13 de abril de 2020.

GALERIA: Comandos Anfíbios Argentinos com o FAMAS17 de julho de 2020.

Nenhum comentário:

Postar um comentário