domingo, 30 de agosto de 2020

GALERIA: Ativação do Comando de Operações Especiais venezuelano

 

Comandos da 99ª Brigada de Operações Especiais do Exército da Venezuela.

No dia 17 de agosto de 2017, o "General en Jefe" (G/J) Vladimir Padrino López ativou o Comando Geral de Operações Especiais "General em Chefe Félix Antonio Velásquez" como parte da Operación Soberanía Bolivariana 2017; uma operação de defesa contra "a agressão imperialista" dos Estados Unidos. A unidade militar está localizada no setor La Placera de Maracay, em Aragua.

O G/J Padrino López avisou que “desde o império falam de um Estado falido; primeiro falavam de democracia, já mostraram esse conceito, que faz parte de toda a cadeia de ações que vem se armando com a edição do decreto de 2015, onde declararam o país como uma ameaça incomum para os Estados Unidos”.

O General Padrino López também possui os pomposos títulos de Vice-Presidente Setorial de Soberania Política, Segurança e Paz, e de Ministro do Poder Popular para a Defesa (ministro da defesa).

Durante sua intervenção, o General Padrino López afirmou que “a Venezuela é um assunto de interesse nacional. Recusamo-nos terminantemente a entregar o país a qualquer império". Ele também explicou que a formação de forças de ação especial, tropas de ação rápida e forças especiais é um dos conceitos mais revolucionários no campo da defesa venezuelana.


O general-ministro ainda assegurou que a Revolução Bolivariana é formada pelo povo venezuelano e que “sem vocês não somos nada, daí a importância da união cívico-militar para a defesa de nossa Pátria”.

Comando de Operaciones Especiales "General en Jefe Félix Antonio Velásquez" está incorporado ao Comando Estratégico Operacional da Fuerza Armada Nacional Bolivariana (FANB), sob o comando do Almirante-em-Chefe Remigio Ceballos Ichaso, dos fuzileiros navais.

Boinas pretas com o distintivo das forças especiais do exército.

O Comando leva o nome do Major-General Félix Antonio Velásquez, que foi um comandante da Milícia Nacional Bolivariana durante o governo do ditador Hugo Chavez; sendo também comandante da Casa Militar, em 2003, e do Comando da Guarda de Honra Presidencial. Ele foi assassinado em 2016 e promovido postumamente a General-em-Chefe.

Durante a cerimônia foi também ativada a 99ª Brigada de Fuerzas Especiales, que agrupa os batalhões desta especialidade do componente terrestre da FANBO seu primeiro comandante foi o General-de-Brigada Pablo José Bravo Parra. A brigada está sob o controle direto do Exército, mas é operacionalmente desdobrada com as Divisões do Exército.

Boinas vermelhas-bordô da Guarda Nacional Bolivariana (GNB).

Ordem de batalha da 99ª Brigada:

- QG da Brigada

- 107º Batalhão de Operações Especiais "General en Jefe Jose Gregorio Monagas";

- 509º Batalhão de Operações Especiais (Selva) "Colonel Domingo Montes";

- 993º Batalhão de Operações Especiais;

- Companhia de Comando e Serviço.

A bandeira do novo Comando sendo entregue a um fuzileiro naval.

Bibliografia recomendada:

Leitura recomendada:

Poderia haver uma reinicialização da Guerra Fria na América Latina?, 4 de janeiro de 2020.

Um olhar mais profundo sobre a interferência militar dos EUA na Venezuela, 4 de abril de 2020.

Quando a China se instala na América Latina, 30 de agosto de 2020.

Os Mercenários e o Ditador: Ex-Boinas Verdes americanos são condenados por golpe fracassado quixotesco na Venezuela, 9 de agosto de 2020.

GALERIA: Graduação na ANASOC, 13 de abril de 2020.

GALERIA: Comandos Anfíbios Argentinos com o FAMAS17 de julho de 2020.

Nenhum comentário:

Postar um comentário