terça-feira, 18 de fevereiro de 2020

GALERIA: Spetsnaz russos em Palmira, 2017


Spetsnaz do novo comando de Forças de Operações Especiais (Sily spetsial’nykh operatsii, SSO), criado em 2009 devido às lições da Guerra da Geórgia (2008), e ativado em 2013 como força estratégica das forças armadas russas. Os operadores estão armados com fuzis Kalashnikov AK74M de 5.45x39mm e com silenciadores, fuzis-metralhadores RPK74, metralhadoras de apoio geral Pecheneg e PK, além de alguns fuzis de precisão Steyr Mannlicher SSG 69 de 7,62x51mm. Vários sistemas de mira podem ser vistos.

Os Spetsnaz das SSO participaram das batalhas em Latakia, Raqqa e Palmira, além da proteção de bases russas. Em 11 de dezembro de 2017, as unidades da SOF garantiram a visita do presidente russo Vladimir Putin na Base Aérea de Khmeimim, cobrindo as direções mais perigosas do mar, ar e terra. Vladimir Putin mais tarde agradeceu pessoalmente a todos os militares envolvidos por seu desempenho exemplar da tarefa. O governo russo reconheceu a morte de 10 operadores das SSO e 4 desaparecidos (presumidos mortos) nas Síria.









Nenhum comentário:

Postar um comentário