terça-feira, 28 de janeiro de 2020

Polícia da Índia aposenta fuzis históricos da era britânica

Nesta foto tirada em 7 de fevereiro de 2012, o pessoal da polícia de Uttar Pradesh verifica seus fuzis Lee-Enfield .303 enquanto se preparam para suas respectivas tarefas de segurança nas cabines de votação em uma escola em Ayodhya. (AFP)

Da Gulf News, 28 de janeiro de 2020.
Tradução Filipe do A. Monteiro, 28 de janeiro de 2020.

O fuzil Lee-Enfield .303 era a principal arma de fogo das forças militares coloniais britânicas.

Lucknow: A polícia do norte da Índia, no domingo, se despediu dos fuzis históricos da era britânica, depois de usá-los para uma última saudação durante o desfile anual do Dia da República [26 de janeiro].

O fuzil Lee-Enfield .303 foi a principal arma de fogo das forças militares coloniais britânicas e, apesar de ter sido designado como "obsoleto" há cerca de 25 anos, foi a principal arma usada pela polícia no estado de Uttar Pradesh por sete décadas.

O fuzil - usado pelos britânicos durante as duas Guerras Mundiais - dispara um tiro de cada vez, após o que a câmara precisa ser recarregado puxando o ferrolho.

"Eles estão em uso desde a independência (dos britânicos em 1947) e agora serão substituídos pelo INSAS (Indian Small Arms System, Sistema Indiano de Armas Portáteis) e SLRs (Self-Loading Rifles, Fuzis Auto-Carregáveis)", disse o superintendente da polícia Amit Verma*.

*Nota do Tradutor: O INSAS é o FAL produzido na Índia e o SLR é o FAL imperial britânico. Auto-Carregável significa automático.


Os fuzis serão devolvidos a uma fábrica de armas em Ishapore, no estado de Bengala Ocidental, onde serão convertidos em armas anti-motim.

Cerca de 45.000 dos fuzis estavam sendo usados pela polícia do estado, disse Verma, e o modelo era o favorito entre os policiais devido à precisão e robustez.

"Este fuzil (.303) é uma arma fantástica e nos serviu brilhantemente em várias operações no passado", disse à AFP o diretor-geral da polícia Bijaya Kumar Maurya.

“Mas, sendo uma arma de ação de ferrolho com baixa capacidade do carregador, estava na hora de mudar. Sua produção também foi descontinuada, portanto havia mais necessidade de atualização.”

Maurya disse que os novos fuzis automáticos "aumentariam a confiança de nossos policiais" e resultariam em melhor policiamento.

"Os criminosos naturalmente enfrentarão a porrada quando enfrentarem policiais armados com armas automáticas".

Os fuzis serão devolvidos a uma fábrica de armas em Ishapore, no estado de Bengala Ocidental, onde serão convertidos em armas anti-motim, disse o porta-voz Saurabh Singh à AFP.

Saroj Kumar Mishra, constabulário da polícia de Uttar Pradesh desde 1982, disse que sentiria falta do fuzil para serviço pesado.

"A arma é tão suave quanto a manteiga, mesmo depois de 20 tiros consecutivos", disse ele ao jornal Hindustan Times.

"Esse recurso é talvez o mais importante que frequentemente sentimos falta nas armas modernas".

A Índia comemorava no domingo [26/01] o aniversário da adoção de sua constituição em 1950.

Original: https://gulfnews.com/world/asia/india/india-police-decommission-historic-british-era-rifles-1.69276030

Nenhum comentário:

Postar um comentário