terça-feira, 25 de fevereiro de 2020

Caráter x Competência: A Equação da Confiança

Soldados realizam um Exercício de Fogo Real de Armas Combinadas na Base Conjunta Lewis-McChord em 16 de janeiro de 2020.

Do site The Company Leader, 21 de janeiro de 2020.
Tradução Filipe do A. Monteiro, 25 de fevereiro de 2020.

Qual é o mais importante, caráter ou competência? É uma daquelas perguntas sobre o ovo e a galinha. Empilhe-o ao lado de: os líderes nascem ou são criados? A resposta óbvia e reducionista é que os líderes devem ter os dois. Quando escrito, o argumento geralmente é retratado como caráter versus competência. Mas e se estamos expressando o relacionamento incorretamente? E se estivermos lutando para encontrar a resposta porque estamos fazendo a pergunta errada? Esta não é uma opção binária ou alternativa de consumo em um mercado de escassez. Em vez disso, devemos vê-lo como uma equação matemática: caráter x competência.

No inverno de 2018, eu estava me preparando para sentar e conversar com o Major-General Bill Burleson. O Major-General Burleson era, na época, o general comandante da 7ª Divisão de Infantaria da Base Conjunta Base Lewis-McChord. Ele tem sido um seguidor muito solidário do site. Pedi para entrevistá-lo para um artigo e ele graciosamente concordou em se sentar comigo.

Antes de nossa entrevista, coordenei os detalhes com membros do estado-maior do General. Mal sabia eu que, embora minha entrevista com o Major-General Burleson fosse fantástica, eu obteria informações igualmente valiosas do Coronel Kyle Marsh, chefe do estado-maior da 7ª Divisão de Infantaria.

O Coronel Marsh e eu discutimos os detalhes da minha próxima entrevista e outros assuntos de coordenação. Mas então a conversa entrou em nossa paixão mútua por liderança e profissão. O Coronel Marsh relatou muitas lições valiosas de seu tempo em uniforme, comunicando-as como um parceiro igual, em vez do superior amadurecido que ele era em relação ao meu tempo de serviço. Sua humildade foi acolhedora.

Durante a discussão, o Coronel Marsh pegou seu caderno e escreveu duas palavras: Caráter x Competência. Ele girou o livro e me pediu que circulasse a parte mais importante. Eu travei.

"Bem, se começar do zero, eu teria que seguir com competência", eu disse com falta de confiança. 

"Mas, assumindo um nível básico de ambos, então o caráter é o mais importante." 

Foi quando o Coronel Marsh circulou a parte que eu havia completamente ignorado.

A Equação

Caí na armadilha de me concentrar nas duas palavras e na falsa dicotomia entre elas. O Coronel Marsh circulou o x. Ele continuou explicando que competência e caráter são partes de uma equação e são multiplicativos e não aditivos.



Para fins de matemática fácil, manteremos uma escala de zero a dez, onde dez é a pontuação máxima. Se a equação fosse aditiva, uma pontuação zero em qualquer categoria ainda renderia um produto igual à pontuação da categoria oposta. Mas em um problema de multiplicação, um zero em qualquer categoria reduz o produto a zero.

O Produto

Então, qual é o produto? O que o caráter x competência lhe dá? Confiança. Esta equação é sobre confiança. Isso reflete a confiança conquistada por quem você lidera, a confiança do povo americano, a confiança de seus líderes, e a confiança de seus colegas.



Todos nós conhecemos o líder que é um grande homem ou mulher de caráter, mas sem competência em seu trabalho. Eles têm uma ótima atitude, otimismo sem fim e humildade. Mas eles parecem andar de skate com seus pontos fortes sem realmente alcançarem resultados. Nós daremos a eles uma pontuação de dez, mas uma pontuação de competência de um.

10 x 1 = 10: carregador pelo caráter sem efeito multiplicativo de sua competência.

Como alternativa, vemos histórias de líderes bem-sucedidos que caem da graça devido a falhas de caráter. Vemos a Síndrome de Bate-Seba nas manchetes com muita frequência. Ao longo de suas carreiras, esses líderes não careciam completamente de caráter. Mas eles claramente tinham deficiências e tiveram sucesso com base em sua habilidade e capacidade de alcançar resultados.

1 x 10 = 10: Depende do desempenho

Mas e se alguma dessas pontuações cair para zero? Em um problema de adição, uma pontuação zero em qualquer categoria ainda resultaria em uma pontuação de confiança líquida positiva. Em um problema de multiplicação, uma pontuação zero em qualquer categoria reduz a pontuação geral de confiança para zero.

Você precisa de um positivo líquido em caráter e competência para criar qualquer nível de confiança em sua organização.

O Modelo de Requisitos para Líderes do Exército

O Modelo de Requisitos para Líderes do Exército é um construto doutrinário que divide as expectativas da liderança do Exército em três atributos e três competências. Ele operacionaliza a definição de liderança do Exército, além de fornecer uma estrutura para avaliar nossos líderes. Essas são as características pelas quais avaliamos nossos líderes em NCOERs e OERs.

No NCOER/OER, o primeiro atributo/competência avaliado é Caráter e o último é Conquistas. Eu amo o que isso diz sobre a discussão sobre caráter x competência. Tudo começa com o caráter. Se você não internalizou os valores do Exército, não conduz com inteligência emocional e não tem humildade - então o resto é nulo. Mas também somos uma profissão orientada para resultados de circunstâncias terríveis. Por esse motivo, o Conquistas é o resultado final.



Se você é moralmente corrupto ou falido, a avaliação pára por aí. Mas mesmo se você é um cara legal, ainda precisa obter resultados. Vencer é importante.

Original: http://companyleader.themilitaryleader.com/2020/01/21/character_x_competence/?fbclid=IwAR2SfFwglC-AVDskfj-I8xa7ox4cW2IlHyPBfG4vAn-mFmLOC7wgAHmoIco

Nenhum comentário:

Postar um comentário