domingo, 23 de fevereiro de 2020

LIVRO: Task Force 32 - SAS francês no Afeganistão

Task Force 32: SAS en Afghanistan, do SAS Calvin Gautier.

O livro Task Force 32: SAS en Afghanistan, escrito pelo operador SAS Calvin Gautier do 1er RPIMa (1er Régiment d'Infanterie de Marine, das forças especiais francesas). Com 20 anos de serviço no exército, Gautier leva o leitor por um tour de 4 meses no Afeganistão dentro de 280 páginas, com um texto auxiliado por 64 fotos coloridas. O livro é prefaciado pelo General Jacques Rosier, uma lenda na comunidade francesa das forças especiais. O livro custa 25 euros e pode ser adquirido direto no site dedicado: http://www.taskforce-32-sas.com.


O 1er RPIMa tem o lema "Qui Ose Gagne" (Quem Ousa Vence).

O 1er RPIMa traça linhagem dos comandos SAS franceses na Segunda Guerra Mundial, que começaram como companhias e se elevaram a dois regimentos (3º e 4º) na Brigada SAS (os 1º e 2º eram britânicos, e o 5º era belga), lutando nas areias da África até a vitória final na Alemanha. Por seus feitos no Dia D, os regimentos SAS franceses receberam as boinas vermelhas-bordô do rei George, da Grã-Bretanha. Com a vitória sobre a Alemanha e o Japão em 1945, o SAS francês foi imediatamente comprometido na Indochina, onde, além das operações de salto contínuas, montou uma escola de paraquedismo em Tan Son Nhut, que serviu aos paraquedistas franceses (até 1954) e vietnamitas (até 1975), contribuindo com a enorme expansão paraquedista francesa durante o século XX, sendo a segunda maior força paraquedista da OTAN até hoje.

O lema do SAS "Who Dares Wins" é presente até hoje no 1er RPIMa: Qui Ose Gagne!


Membros do "French Squadron SAS" (1er Compagnie de Chasseurs Parachutistes) durante a junção com as unidades avançadas dos 1º e 8º Exércitos na área de Gabes-Torzeur, na Tunísia, em 1º de fevereiro de 1943.


O livro foi publicado na França em dezembro de 2014, o que levou a uma série de postagens nas redes sociais com leitores das mas diversas unidades francesas e européias.



A estátua da esquerda é Saint Michel (Arcanjo Miguel), o comandante dos exércitos celestes e patrono dos paraquedistas franceses. O distintivo do dragão com adaga é o distintivo do 1er RPIMa desde a Guerra da Indochina.

No quadro, o General Marcel Bigeard, o mais famoso paraquedista militar francês.


Presente no pré-salto.

Presente no Grupo de Cães.



No famoso 2e REP da Legião Estrangeira Francesa.


Um leitor da tradicionalíssima Brigada Paraquedista Folgore, do Exército Italiano.

Um leitor do famoso GIGN francês.

Seja na neve.

Seja na praia.

Seja no bar.

Até mesmo modelistas.

Ou pessoal médico.

Da neutra Suíça.

Aos conselheiros dos Comandos Afegãos.

Um mapa de Cabul.

No CC Leclerc.


Qui Ose Gagne!

Nenhum comentário:

Postar um comentário