quinta-feira, 5 de março de 2020

FOTO: Diensteinheit IX, unidade especial da Alemanha Oriental

Operadores armados com submetralhadoras polonesas PM-63 RAK, capacetes de titânio suíços PSH-77 com viseira, camuflagem gota de chuva alemã oriental, e coletes paraquedistas alemães orientais.

Por Filipe do A. Monteiro, Warfare Blog, 5 de março de 2020.

Com o atentado de Munique em 1972, os países europeus iniciaram a criação de unidades especiais de intervenção e contra-terrorismo. Por conta da criação do GSG 9 e do Spezialeinsatzkommandos (SEK, equivalente estadual), a Alemanha Oriental iniciou a criação de uma unidade semelhante. Como nenhuma força comparável existia na Alemanha Oriental naquela época, ela teve que ser criada do zero, ou seja, a partir de relatórios de inteligência sobre unidades de forças especiais ocidentais e soviéticas. A unidade foi criada em 1973 com unidades provisórias antes de ser totalmente estabelecida em 1974, por Ernst Fabian, com 30 homens inicialmente na unidade - atingindo um total de 111 homens.

Chamada de Diensteinheit IX (Unidade de Serviço 9), ela diferia da mais famosa 9. Volkspolizei-Kompanie (Companhia da Polícia Popular 9), com as duas existindo paralelamente. A unidade foi encarregada de operações de combate ao terrorismo, incluindo:

- Resgate de reféns;
- Proteção VIP;
- Aplicação da lei em situações de alto risco;
- Segurança física para grandes eventos;
- Caçada de soldados soviéticos desertores.

A unidade respondia diretamente ao chefe do Ministério de Segurança do Estado. Em todas as capitais distritais, uma subunidade estava estacionada em sigilo, uma vez que o Partido Socialista da União da Alemanha [Sozialistische Einheitspartei DeutschlandsSED] não admitia ao público que o crime existia na Alemanha Oriental. 

Membros do Diensteinheit IX eram recrutados na Volkspolizei da Alemanha Oriental, exigindo-se terem entre 25 e 39 anos. Eles precisavam cumprir requisitos físicos e psicológicos rigorosos e serem graduados em alguma escola de oficiais. A unidade era armada por equipamentos do Pacto de Varsóvia (locais ou não) e equipamentos da Alemanha Ocidental, como a submetralhadora MP5 e o fuzil HK33.

Após a reunificação alemã em 1990, a unidade foi dissolvida e alguns membros do Diensteinheit IX foram incorporados nos Spezialeinsatzkommandos (Comandos de Emprego Especial, SEK) da Alemanha Ocidental, tais como em unidades SEK em Mecklenburg-Vorpommern e em Sachsen-Anhalt, após procedimentos de avaliação política rigorosos.

Leitura recomendada:

O identidade da Stasi do Putin foi encontrada em arquivo alemão, 11 de março de 2020.

GALERIA: A revolta anti-comunista na Alemanha Oriental de 195326 de fevereiro de 2020.

FOTO: Diensteinheit IX, unidade especial da Alemanha Oriental, 5 de março de 2020.

Por que a equipe comando do Grupo Alfa da Rússia é verdadeiramente assustadora, 5 de janeiro de 2020.

Nenhum comentário:

Postar um comentário