segunda-feira, 30 de março de 2020

FOTO: Legionários em La Valbonne

Foto muito rara de legionários do 11e REI durante uma inspeção no Campo de La Valbonne, no leste da França, em novembro de 1939. 

Por Filipe do A. Monteiro, Warfare Blog, 30 de março de 2020.

Com a declaração de guerra à Alemanha em 3 de setembro de 1939, a França recebeu cerca de 6 mil voluntários estrangeiros "pour la durée", ou seja, pela duração da guerra; a maioria europeus orientais fugidos do comunismo soviético e espanhóis republicados internados no insalubre campo de Bacarès nos Pirineus.

A Legião Estrangeira Francesa continuou guarnecendo o Norte da África, o Levante (Líbano e Síria) e a Indochina (Tonquim, Anam, Cochinchina, Laos e Camboja), mas providenciou quadros e efetivos da ativa e reserva para a formação de novas unidades. Aquelas formadas na França metropolitana foram o 11e REI (11ème Régiment Étranger d'Infanterie, 1º de novembro de 1939), o 12e REI (fevereiro de 1940), o Grupo de Reconhecimento Divisional 97 (Groupe de Reconnaissance Divisionnaire 97, fevereiro de 1940), e os Regimentos de Marcha de Voluntários Estrangeiros (Régiments de Marche de Volontaires Étrangers, RMVE) que receberam a maioria dos 6 mil voluntários pela duração da guerra; divididos em 21e RMVE, 22e RMVE (ambos formados em outubro de 1940) e 23e RMVE (maio de 1940).

Bibliografia recomendada:


Leitura recomendada:



Nenhum comentário:

Postar um comentário