domingo, 24 de maio de 2020

O Estado Palestino rejeita ajuda dos Emirados Árabes Unidos entregue no primeiro vôo direto para Israel

Avião da Emirates no aeroporto, 5 de janeiro de 2018. (Ali Atmaca/Agência Anadolu)

Do site Middle East Monitor (MEMO), 21 de maio de 2020.
Tradução Filipe do A. Monteiro, 24 de maio de 2020.

O governo palestino recusou ajuda médica transportada por via aérea através de Israel pelos Emirados Árabes Unidos.

O vôo facilitado pela ONU que transportava suprimentos contra o coronavírus foi entregue por um avião da Etihad Airways que vôou dos Emirados Árabes Unidos para Tel Aviv, uma ação controversa. Os Emirados Árabes Unidos não têm relações diplomáticas com Israel, no entanto, preocupações comuns sobre a influência do Irã na região levaram a um degelo discreto nos laços entre Israel e o Golfo Árabe nos últimos anos.

"As autoridades dos Emirados Árabes Unidos não se coordenaram com o Estado da Palestina antes de enviar a ajuda", disseram fontes do governo, acrescentando que "os palestinos se recusam a ser uma ponte [para os países árabes] que procuram ter laços normalizados com Israel".

Eles afirmaram que qualquer assistência a ser enviada ao povo palestino deve ser coordenada com a Autoridade Palestina primeiro.

"Enviá-los diretamente para Israel constitui uma cobertura para a normalização", acrescentaram.

Em um tweet ontem, o líder supremo do Irã, o aiatolá Ali Khamenei, condenou o primeiro vôo comercial entre os dois países como uma forma de "perfídia" e uma "traição" à causa palestina, acusando-os de normalizarem as relações com Israel.

Ele escreveu: “Hoje, alguns estados do Golfo Pérsico cometeram a maior perfídia contra sua própria história e a história do mundo árabe. Eles traíram a #Palestina apoiando Israel.”

Leitura recomendada:

A Esparta no Golfo: a crescente influência regional dos Emirados Árabes Unidos2 de fevereiro de 2020.

Israel provavelmente enfrentará guerra em 2020, alerta think tank1º de março de 2020.

COMENTÁRIO: 36 anos depois, a Guerra Irã-Iraque ainda é relevante24 de maio de 2020.

COMENTÁRIO: Os limites da tolerância2 de maio de 2020.

É por isso que as Forças Especiais do Irã ainda usam boinas verdes4 de janeiro de 2020.

Uma oportunidade pós-Soleimani: remover o Irã da Síria8 de fevereiro de 2020.

Estes não são os fins que você está procurando: a morte de Soleimani e a desconexão estratégica da América25 de janeiro de 2020.

GALERIA: Comandos femininas na Guarda Presidencial Palestina1º de fevereiro de 2020.

Não acredite na história da China: o coronavírus pode ter vazado de um laboratório11 de março de 2020.

FOTO: Riders of Doom12 de março de 2020.

O coronavírus pode ser o fim da China como centro global de fabricação10 de março de 2020.

Nenhum comentário:

Postar um comentário